Venda de bebida alcoólica será proibida em Osasco durante mega feriado

0
decreto bebida alcoolica osasco
Imagem ilustrativa / reprodução

Durante o mega feriado que vai abranger toda a próxima semana, de segunda-feira (29), a domingo (4), a venda de bebidas alcoólicas será proibida em Osasco, informou, na tarde desta quarta-feira (24), a Prefeitura.

publicidade

O mega feriado adotado por diversas cidades tem como objetivo diminuir a circulação de pessoas e, consequentemente, a disseminação da covid-19 em meio ao período mais grave da pandemia no país, com cerca de 3 mil mortes diárias causadas pela doença.

A proibição da venda de bebidas alcoólicas durante a semana de feriado em Osasco visa ajudar a combater possíveis aglomerações.

publicidade

“Teremos 9 dias de pausa com essa antecipação. Não serão dias de lazer. Serão dias para mantermos o isolamento. Portanto, é crucial que as pessoas respeitem, que saíam somente em caso de urgência, mantenham as normas de higiene, usem máscara e evitem aglomerações”, afirmou o prefeito Rogério Lins (Podemos).

As possíveis penalidades para quem descumprir a regra serão divulgadas quando o decreto que oficializa a antecipação de feriados dor publicado. A Câmara de Osasco deve aprovar nesta quinta-feira (25) projeto de lei que autoriza o prefeito a alterar as datas e, na sequência, o decreto terá publicação na Imprensa Oficial do Município (Iomo).

publicidade

Os feriados antecipados

Serão decretados feriados em Osasco a próxima segunda, terça e quarta-feira, dias 29, 30 e 31. Quinta-feira, 1º, é ponto facultativo e, na sequência vem a Sexta-Feira Santa (2 de abril), feriado nacional.

Os feriados municipais antecipados em Osasco serão referentes ao Dia de Santo Antonio (13 de junho), e aos aniversários de emancipação do município (19 de fevereiro) em 2022 e 2023.

Outras cidades

Além de Osasco, Barueri e Santana de Parnaíba, expectativa é que os outros municípios que fazem parte do Consórcio Intermunicipal da Região Oeste (Cioeste) confirmem a adesão ao “mega feriado” até sexta-feira (26). Também fazem parte do Cioeste os municípios de Carapicuíba, Itapevi, Cotia, Jandira, Pirapora do Bom Jesus, Vargem Grande Paulista, Araçariguama e Cajamar.

A medida segue decisão da Prefeitura de São Paulo e os prefeitos da região defendem que a determinação de feriado prolongado deve ser conjunta, para evitar que pessoas das cidades onde é feriado migrem para as que não aderirem.

Ficam excluídas do “mega feriado” as repartições e órgãos públicos que desempenhem funções de caráter essencial, cujo funcionamento é ininterrupto. É o caso das forças de segurança e de saúde que prestam serviços de emergência.

Paralelamente ao “mega feriado” em municípios da Grande São Paulo, diversas cidades do litoral paulista aumentaram as medidas de restrição para evitar aglomerações de turistas nas praias com a semana de folga em meio ao momento mais crítico da pandemia no país.

Comentários