Vingança e morte: homem que matou a ex em Cotia teria sido esquartejado por parentes dela

0
cleder itapevi cotia
Cleder matou Telma da Casa do Norte a facadas / Foto: reprodução

A Polícia prendeu, na quinta-feira (23), o irmão e o genro da comerciante de Itapevi Maria Aparecida da Silva Santos, mais conhecida como Telma da Casa do Norte. Eles são suspeitos da morte de Cleder Gonzaga Ilário, de 45 anos, ex-companheiro e assassino dela, na região de Araraquara, no interior paulista, em junho.

publicidade

O assassinato de Cleder teria sido motivado por vingança dos parentes de Telma da Casa do Norte, morta a facadas por ele, aos 50 anos. O filho da comerciante também é suspeito de envolvimento no crime e está foragido.

Cleder estava foragido desde que matou Telma esfaqueada em um motel em Cotia, após raptá-la, usando uma arma, no comércio dela, em Itapevi, em novembro de 2017. Desde então, estava escondido, vivendo com uma identidade falsa, em Araraquara.

publicidade

O assassino foragido utilizada o nome de Vicente Ricardo Viegas. Vivia há dois anos junto a uma outra mulher, com quem tinha uma filha de seis meses. A atual companheira afirmou à polícia que não sabia da vida dupla dele e a bebê foi registrada com o nome falso do pai na certidão de nascimento.

De acordo com jornais de Araraquara, no dia 10 de junho, Cleder estava em uma bicicleta elétrica quando foi atropelado por um carro, que ainda deu marcha a ré e lhe atingiu novamente. Os ocupantes do veículo desceram e o colocaram em outro carro. O corpo dele foi encontrado quase duas semanas depois, esquartejado, em um canavial em Américo Brasiliense.

publicidade

Comentários