4 jovens abusam de menina de 12 anos, filmam e compartilham vídeo, em Itapevi

1
estupro vulnerável itapevi

Quatro jovens com idades entre 14 e 16 anos vão responder por estupro de vulnerável, uma menina de 12 anos, e compartilhar imagens do crime, em Itapevi.

publicidade

O caso aconteceu no dia 13 de setembro. A garota encontrou os jovens, que eram seus colegas de escola, na rua, e eles a convenceram a ir para a casa de um deles, para terem relação sexual, segundo informações da página Plantão Policial Itapevi, ligada a policiais que atuam na região.

A Justiça brasileira estabelece que sexo ou ato libidinoso com menor de 14 anos é estupro de vulnerável, independente de ter havido consentimento.

publicidade

Durante a relação sexual, um deles pegou o celular e começou a filmar. A menina percebeu e pediu para que ele parasse a gravação e deletasse o vídeo. Em seguida, foi embora.

Dias depois, o vídeo começou a circular entre colegas de escola. Na semana passada, a direção da escola descobriu e acionou a Polícia Militar. Foi registrado boletim de ocorrência de ato infracional / estupro de vulnerável mais exposição da vítima.

publicidade

RONDA ESCOLAR 20/09

INFRACIONAL/ ESTUPRO DE VULNERÁVEL MAIS EXPOSIÇÃO A VÍTIMA

T: 5913
VTR : M20305
ENC.: SD PM…

Publicado por Plantão Policial Itapevi em Sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Leia também:

Seleção para mais de mil vagas em Itapevi começa nesta segunda (23)
1º Starbucks de Osasco será inaugurado até o fim do ano
Grande gesto! Hospital anuncia que não vai cobrar por internação de bebê de noiva grávida que morreu a caminho do altar

Comentários