Bandidos usam carro de comerciante sequestrado e morto ao sair de lotérica em Osasco em outro crime

0
sequestro comerciante lotérica osasco
Gilberto Marangoni foi sequestrado e morto após sair de uma lotérica, em Osasco / Fotos: Reprodução/Record TV

O comerciante Gilberto Marangoni, de 65 anos, foi sequestrado e morto por integrantes de uma quadrilha do Pix após sair de uma lotérica, na Vila Campesina, em Osasco. Os autores do crime, que aconteceu no dia 13 de outubro, fugiram com o carro dele.

publicidade

A polícia recebeu imagens de uma câmera de segurança que mostram o momento em que Gilberto é abordado de forma violenta por dois homens armados. Ele estava há três quilômetros da lotérica em Osasco quando foi surpreendido, por volta das 15h30.

Sem conseguir falar com o empresário, os familiares decidiram procurar a polícia. Horas depois, receberam a informação de que Gilberto havia sido morto. Antes de morrer, a vítima fez três transferências via Pix para os criminosos.

publicidade
sequestro comerciante osasco
Crime aconteceu por volta das 15h30 / Foto: Reprodução/Record TV

O corpo do comerciante foi encontrado em um córrego, na Brasilândia, zona Norte de São Paulo, no caminho que Gilberto costumava fazer para chegar até o bairro onde tinha uma lanchonete.

Agora, a polícia pode ter encontrado os responsáveis pelo crime ou ao menos integrantes da mesma quadrilha, já que o carro do empresário foi usado pelos bandidos em uma ação criminosa na última terça-feira (26). Desta vez, a vítima foi um motorista de caminhão, que foi sequestrado e obrigado a transferir cerca de R$ 8 mil via Pix.

publicidade

Os policiais receberam a informação de que o veículo da vítima, que teve a placa clonada, havia participado de um roubo de caminhão e começaram a monitorá-lo por meio de radares inteligentes. “No momento da abordagem, desceram três indivíduos [do carro] e um deles, muito nervoso, dizia que era passageiro de aplicativo. Até que constatamos que se tratava de um sequestro”, contou um policial em reportagem exibida no “Cidade Alerta”, da Record TV.

O motorista foi libertado. Já a dupla de criminosos foi detida em flagrante. Na delegacia, eles negaram participação no sequestro e assassinato de Gilberto Marangoni. A polícia aguarda laudo da perícia para concluir o caso.

(Com informações do “Cidade Alerta”, da Record TV)

EM SANTANA DE PARNAÍBA// “Ele disse para eu ter calma e depois morreu”, diz companheira de jovem morto com a filha em acidente na Castello

Comentários