Chegaram nesta quinta as primeiras 120 mil doses da Coronavac em São Paulo

0
coronavac
O governador João Doria confirmou nesta quinta a chegada do primeiro lote da Coronavac

O primeiro lote da Coronavac, a vacina contra o coronavírus que está em fase final de estudos clínicos no Instituto Butantan, em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, chegou ao estado nesta quinta-feira (19).

publicidade

O carregamento com cerca de 120 mil doses saiu da China e pousou em Cumbica na manhã de hoje. O Governador Doria foi ao aeroporto na companhia de Jean Gorinchteyn, Secretário de Saúde, e Dimas Covas, Diretor do Instituto Butantan, para “receber a carga que ajudará a salvar a vida de milhares de brasileiros”.

A vacina, contudo, somente poderá ser utilizada após aprovação pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Estas 120 mil unidades integram a primeira remessa de 6 milhões de doses, que o governo paulista comprou do laboratório chinês e que têm previsão de chegada a SP até o fim do ano.

publicidade

Ao todo, serão 46 milhões de doses, sendo 6 milhões já prontas para aplicação e 40 milhões em forma de matéria prima para formulação e envase em fábrica do Instituto Butantan.

As demais remessas devem chegar no decorrer das próximas semanas. Já a disponibilização para a população ocorrerá somente após a comprovação da eficácia, que deverá acontecer após a conclusão da terceira fase dos estudos clínicos e posterior aprovação da Anvisa.

publicidade

“Momento é de cautela”

Nesta que constitui a 47ª semana epidemiológica do Plano SP, que garantiu assistência à saúde ao longo da pandemia, nenhum paciente em SP deixou de ser atendido de forma qualificada. “Mas o momento é de cautela, em face do aumento do número de casos e internações”, afirmou o secretário Gorinchteyn.

Por conta disso, não foi feita a reclassificação do Plano SP na última segunda-feira, dia 16, sendo postergada para 30 de novembro. “Hoje, SP tem 43% de ocupação de leitos de UTI no estado”, disse o secretário Marco Vinholi. “A população precisa seguir firme, colaborando e reforçando as medidas de precaução.”

Comentários