Declarações de Tandara, do Osasco, contra atletas trans no vôlei geram polêmica

0
volei osasco havan
Osasco Voleibol Clube/Divulgação

As declarações de Tandara, do Osasco São Cristóvão Saúde, contra a presença de jogadoras transexuais no vôlei feminino geraram polêmica nas redes sociais. Ela é companheira de time de Tifanny, primeira atleta trans a jogar em uma liga de ponta no país.

publicidade

Tandara disse em entrevista ao podcast OzPod que respeita Tifanny, mas não concorda com transexuais no vôlei feminino. “Em 2018, eu dei uma entrevista, inclusive eu estava aqui em Osasco, quando eu disse que não concordava. E realmente essa minha opinião não muda, porque eu acredito de verdade que não seja justo”, disse.

“Eu respeito, né? Então, assim, eu não concordo, porém, eu faço parte de um grupo em que tem a CBV como representante do voleibol e se eles, que são os órgãos importantes, autorizaram, eu tenho que respeitar”, emendou a jogadora do Osasco, que está afastada das quadras após suposta violação de regra antidoping na reta final das Olimpíadas de Tóquio.

publicidade

As declarações de Tandara podem pesar o clima no vestiário do clube osasquense às vésperas da final do Campeonato Paulista, contra o Barueri, que começa na noite desta sexta-feira (15).

As declarações de Tandara geraram milhares de comentários no Twitter. Confira alguns:

publicidade

Comentários