Doria volta atrás e mantém uso obrigatório de máscara em locais abertos

0
doria vacina contra a covid-19
Divulgação

Após a confirmação de três casos da variante ômicron do novo coronavírus em São Paulo, o governador João Doria (PSDB) decidiu manter a obrigatoriedade do uso de máscara em espaços abertos. O governo estadual previa a flexibilização da medida a partir do dia 11.

publicidade

“Decidimos adotar essa medida por prudência com o cenário epidemiológico no estado. Todos os números demonstram que a pandemia está recuando em São Paulo, mas vamos optar pela precaução”, declarou Doria, na manhã desta quinta-feira (2).

O Comitê Científico do estado apontou que há incertezas quanto ao impacto da variante ômicron às vésperas do fim de ano. Os períodos de Natal e do Réveillon costumam provocar grandes aglomerações, o que facilita a transmissão de doenças respiratórias como a covid-19.

publicidade

Na quarta-feira (1°), o governo estadual confirmou o terceiro caso da nova variante no país. Dois deles vieram da África do Sul e o outro, da Etiópia, e desembarcaram no aeroporto de Guarulhos. Todos seguem em isolamento domiciliar, com sintomas leves ou sem sintomas e estão sendo acompanhados pela equipe de vigilância epidemiológica municipal e estadual.

Uso obrigatório de máscara em Osasco

rogério lins osasco
Prefeito de Osasco, Rogério Lins (Podemos) / Foto: Reprodução/Redes Sociais

Na noite de ontem, o prefeito de Osasco (Rogério Lins (Podemos), declarou que o uso obrigatório de máscara ao ar livre permanece até fim de dezembro. “Queremos continuar protegendo os osasquenses, mediante novas informações sobre a variante Ômicron do coronavírus”, disse o prefeito.

publicidade

As medidas já conhecidas pela população seguem cruciais para combater a pandemia do novo coronavírus: uso de máscara, higienização das mãos (com água e sabão ou álcool em gel) e a vacinação contra a covid-19.

Comentários