Início Política Eleições provocam debandada no governo federal

Eleições provocam debandada no governo federal

0
governo federal ministros eleições
Damares Alves e Marcos Pontes estão entre os que deixam cargos para disputar nas eleições / Fotos: Marcello Casal Jr/Marcelo Camargo/Agência Brasil/Reprodução

Os membros do governo federal que pretendem se candidatar nas eleições de outubro estão deixando os seus cargos atuais. Isso porque o prazo para futuros candidatos se descompatibilizarem para concorrer nas eleições termina no sábado (2).

publicidade

É o caso do Secretário Especial de Cultura, Mario Frias, que pretende se candidatar a deputado federal, e de Sérgio Camargo, presidente da Fundação Palmares, que foi exonerado hoje, já está filiado ao mesmo PL do presidente Jair Bolsonaro, e pretende também disputar uma cadeira na Câmara Federal por São Paulo.

Além deles, outros 10 ministros também estão de saída para disputar as eleições. Em seus lugares, Bolsonaro deve nomear técnicos das mesmas pastas.

publicidade

Veja quem também deixa o governo:

João Roma (Cidadania); Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia); Damares Alves (Direitos Humanos); Tarcísio de Freitas (Infraestrutura); Flávia Arruda (Secretaria de Governo); Tereza Cristina (Agricultura); Onyx Lorenzoni (Previdência e Trabalho); Gilson Machado (Turismo); Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) e Walter Braga Netto (Defesa).

publicidade

MUDANÇAS// Victor Godoy, ex-CGU é o novo ministro da Educação

Comentários