Feirão oferece imóveis com subsídio de até R$ 40 mil em Osasco,...

Feirão oferece imóveis com subsídio de até R$ 40 mil em Osasco, Cotia e Jandira a servidores do estado

1
Compartilhar
Decorado do condomínio Via Nações, em Presidente Altino, que tem unidades à venda no Feirão / Foto: divulgação

A Secretaria de Estado da Habitação prorrogou virtualmente, até 30 de dezembro, o “3º Feirão de Imóveis – Seu Sonho, Nosso Compromisso”, que oferece crédito habitacional e imóveis em condições mais acessíveis.

Há subsídio de até R$ 40 mil, por meio do cheque-moradia, disponível para servidores públicos do estado e beneficiários de auxílio-moradia. Quem não atende aos requisitos também pode adquirir imóveis disponíveis no Feirão, mas não terá acesso ao subsídio.

Os imóveis estão disponibilizados exclusivamente no site do Feirão “Seu Sonho Nosso Compromisso”.

Publicidade

Basta procurar pelo município de interesse, verificar as moradias disponíveis e, então, entrar em contato com a construtora responsável para negociar a compra. Estão em oferta cerca de 43 mil imóveis em todo o estado.

Em Osasco, há apartamentos à venda a partir de R$ 199,5 mil. Em Cotia, há imóveis a partir de R$ 141,3 mil. Também a oportunidades em Jandira a partir de R$ 198 mil.

Publicidade

Em seus dois dias presenciais, em 1º e 2º de dezembro no Ginásio do Ibirapuera, foram emitidos 282 cheques-moradia (279 a servidores públicos e três a beneficiários do auxílio-moradia).

A estimativa é que mil cheques sejam emitidos até o encerramento do evento, em 30 de dezembro. “Com a ajuda dos R$ 18 mil do cheque-moradia, consegui minha casa e me mudo em dezembro de 2020”, disse a professora Marinês Vicente Garcia, que adquiriu um imóvel na planta em Osasco.

Cheque-moradia

O subsídio do cheque-moradia varia entre R$ 5 mil e 40 mil, o valor dependerá da localização do imóvel e da renda familiar mensal bruta que vai até R$ 5.280. Os servidores públicos estaduais e beneficiários do auxílio-moradia devem fazer a inscrição neste site.

Publicidade

Os cheques têm validade de 120 dias, prazo estimado para viabilizar as contratações e as assinaturas de contrato de financiamento habitacional com a Caixa Econômica Federal. Os subsídios do cheque serão cumulativos com os subsídios federais, de acordo com a Secretaria de Estado da Habitação.

Também podem adquirir imóveis interessados que não sejam funcionários públicos ou recebam o auxílio-moradia, mas não haverá subsídio do estado para esses casos.

“Estou muito feliz com essa conquista. O subsídio de R$ 35 mil foi um incentivo para eu comprar minha casa e agora vou ter algo que é meu”, disse Marcelo Quintino, servidor público da Secretaria de Estado da Saúde, que trabalha na FURP (Fundação Para o Remédio Popular). Ele comprou um imóvel de R$ 150 mil em Guarulhos previsto para estar concluído em julho de 2019. “Vou acumular o cheque-moradia com o FGTS e as prestações vão ficar ainda mais em conta”, conclui.

Clique aqui e acesse o site do Feirão

Compartilhar

Comentários