Funcionário do Detran cobrava 20% do valor de multas para apagá-las do sistema

0
radar multa transito
Reprodução

O Detran.SP (Deaprtamento Estadual de Trânsito de São Paulo) demitiu, na semana passada, um funcionário acusado de cobrar propina de motoristas para apagar multas de trânsito do sistema do órgão.

publicidade

Ele estava no cargo há cerca de dois anos e, segundo investigações, cobrava 20% do valor das multas para apagá-las do sistema. O ex-funcionário apagava cerca de 300 multas por mês. O esquema foi descoberto em uma auditoria interna.

O prejuízo total ainda é avaliado. Só nos meses de setembro e outubro a estimativa é que a fraude tenha causado perdas de cerca de R$ 7 milhões aos cofres públicos.

publicidade

Na sexta-feira (4), a Polícia Civil realizou buscas na casa do ex-funcionário do Detran. Foram apreendidos no imóvel dinheiro vivo, sendo 31 mil reais, mil dólares e 4 mil euros, além de pen drives, HDs e documentos falsos.

O caso segue sob investigação da Polícia Civil. (Com informações da Record TV)

publicidade

Comentários