Loja usa currículos recebidos para embalar mercadorias e gera revolta nas redes sociais

0
loja usa curriculo para embalar produtos
O estabelecimento divulgou nota nesta quarta-feira (26), pedindo desculpa pelo ocorrido / foto: reprodução

Uma rede de lojas da região Norte do país foi acusada de usar currículos de pessoas que passaram no estabelecimento em busca de emprego para embalar mercadorias vendidas. Uma cliente que fez compra em uma das seis filiais da empresa usou o seu perfil no Instagram para relatar com indignação o ocorrido.

publicidade

“Acabei de vir do shopping, passei na loja Patricinha Fashion e comprei umas peças de vidro. Quando cheguei em casa e abri [as compras], [ela notou que] as peças foram embaladas com currículos. Isso mesmo! Vários currículos de pessoas desempregadas em busca de uma oportunidade de trabalho. Gente, sério, não façam isso”, disse a cliente na postagem, que viralizou, com uma série de críticas de internautas.

Em nota divulgada nesta quarta-feira (26), a loja pediu desculpas e disse que o caso “trata-se de um fato pontual”, que não faz parte da conduta da empresa.

publicidade

 

Ver essa foto no Instagram

 

📌Nota de esclarecimento .

Uma publicação compartilhada por ☝️ Assistam os stories (@lojaspatricinhafashion) em

No são apenas currículos

Mas não são só maus exemplos que chamam a atenção na internet. Por outro lado, o administrador Kaká D’Ávila, de Porto Alegre (RS), tem ajudado pessoas desconhecidas a ingressar no mercado de trabalho de uma forma inusitada. Kaká passou a refazer currículos rasgados, sujos, amassados e descartados no lixo.

publicidade
administrador recupera currículos
“Mais respeito com quem está desempregado! Não são apenas currículos, são vidas!”, diz o administrador em seu perfil no Facebook / foto: reprodução

O administrador leva os papéis para casa, refaz, tira cópias e distribui pessoalmente em lugares que estão contratando. “Não são apenas currículos, são vidas! Vamos ter mais respeito por quem está na luta em busca de emprego”, disse, ao site “Razões para Acreditar”.

Kaká trabalha com seleção de candidatos há anos e aplica toda a sua empatia para ajudar pessoas que buscam emprego, mas que muitas vezes, têm seus currículos descartados por recrutadores.

O gesto solidário do administrador já empregou 5 pessoas até o final de dezembro do ano passado.

Em seu perfil no Facebook, Kaká compartilhou relatos das pessoas que conquistaram uma oportunidade de trabalho por meio de sua atitude.

“Muito obrigada! Você salvou minha vida! Fiquei chocada quando vi meu currículo jogado na rua! Graças ao senhor eu hoje consegui um emprego!”. “Consegui a vaga de telemarketing que tu me indicou! E muito obrigado por me ajudar a fazer currículos novos! Se não fosse você eu não sei o que seria de mim! Eu nunca vou esquecer tudo que fez”, escreveram agradecidos ao administrador.

geladeira - desempregado
O administrador criou também a “geladeira do desempregado”, onde as pessoas podem pegar ou deixar currículos, roupas e alimentos / foto: reprodução

Lição de solidariedade em Barueri

Em Barueri, um gesto solidário viralizou nas redes sociais no final do ano passado. A Papelaria do Alemão, que fica no Jardim Mutinga, passou a imprimir, gratuitamente, cópias de currículos para desempregados.

currículos-desempregados-barueri-
Foto: reprodução

“Se todos fizessem um pouquinho pelo próximo, o mundo seria melhor”, diz a placa fixada em frente ao estabelecimento.

Pessoas que buscam uma oportunidade de emprego podem imprimir até 10 cópias de currículos de graça na papelaria, que fica na avenida Diretriz, 918, no Jardim Mutinga.

+ Leia mais: “Se precisar, pegue. Se puder, doe”: jovem de Cotia dá lição de solidariedade com varal e armário solidários

+ Leia mais: Jovem de Cotia tira o próprio tênis para dar a garoto que pedia ajuda e história viraliza

 

 

 

Comentários