Ratinho sugere “pegar metralhadora” contra deputada e gera Moção de Repúdio na Câmara de Osasco

0
ratinho metralhadora
Ratinho sugeriu "eliminar" deputada federal / Fotos: Reprodução/SBT/Instagram

A vereadora Juliana da Ativoz (PSOL) protocolou na Câmara de Osasco uma moção de repúdio às declarações de Ratinho contra a deputada federal Natália Bonavides (PT-RN). O apresentador sugeriu “pegar uma metralhadora” para “eliminar esses loucos”.

publicidade

As declarações foram feitas durante o programa de rádio “Turma do Ratinho”, enquanto Ratinho criticava um projeto de lei apresentado pela parlamentar, que acaba com os termos “marido e mulher” em celebrações de casamento.

“Natália, você não tem o que fazer, não? Você não tem o que fazer, minha filha? Vá lavar roupa do teu marido, a cueca dele, porque isso é uma imbecilidade querer mudar esse tipo de coisa. Tinha que eliminar esses loucos? Não dá para pegar uma metralhadora, não?”, disparou o comunicador.

publicidade

Na Moção de Repúdio, o Mandato Ativoz presta solidariedade à deputada Natália Bonavides e considera as falas de Ratinho “violentas” e “machistas”. “É inadmissível que no ano de 2021 tenhamos que ouvir e assistir falas como assas que fomentam a violência e o discurso de ódio na sociedade”, declara.

juliana da ativoz osasco
A vereadora Juliana da Ativoz (PSOL)

“Não ficarão impunes”, diz deputada

A parlamentar declarou que vai acionar a Justiça contra Ratinho. “Essas ameaças e ataques covardes não ficarão impunes. O apresentador utilizou uma concessão pública para cometer crime. Vamos acioná-lo judicialmente, inclusive criminalmente”, declarou Natália Bonavides, na quarta-feira (15).

publicidade

Ao Uol, a deputada disse ainda que vai pedir indenização por danos morais.

Comentários