Justiça de Osasco obriga Silvio Santos a fazer exame de DNA e suposta filha pede: “Não me julgue”

0
silvio santos Osasco
Em entrevista ao colunista Leo Dias, Clemozeide Lundgren falou da busca pelo reconhecimento da paternidade / Fotos: reprodução

Clemozeide Lundgren, de 70 anos, que alega ser filha de Silvio Santos, comemorou a decisão judicial que obriga o apresentador a se submeter ao teste de DNA, em processo que corre na Justiça de Osasco. Nesta terça-feira (25), em entrevista ao Leo Dias (assista abaixo), a decoradora abriu o coração, falou de sua infância e de sua busca pelo reconhecimento da paternidade.

publicidade

Ao colunista, Clemozeide contou que foi abandonada pela mãe quando tinha dois meses de idade e passou a ser criada por outra família. Aos 15 anos, sua mãe biológica a procurou para revelar que Silvio Santos seria o seu pai.

Ela diz que sua mãe biológica teria conhecido o dono da emissora sediada em Osasco em 1949, quando ele ainda trabalhava de camelô. “Acho que no ano, eles se viram muitas vezes e, depois, ele foi embora, e ela não sabia que estava grávida. Então, ele não sabia disso… Para ele deve ter sido uma surpresa, de repente, com tantos anos alguém o procurar. Mas na minha história, eu não consegui fazer isso antes”, explicou.

publicidade

Um ano após a revelação da mãe, Clemozeide se casou e tentou procurar Silvio
Santos sem envolver a Justiça. Ela afirma que foi o programa do Moacyr Franco, em 1984, na tentativa de chegar até o dono do SBT, mas não conseguiu e enviou uma carta contando sua história ao apresentador.

“Eu lembro que eu dizia [na carta] que gostaria de falar com ele de forma privada, em particular, e que eu não queria que isso causasse problemas. Não queria gerar polêmica. […] Não sou rica nem milionária, mas não preciso pensar nesse lado. O que eu desejava era realizar essa busca para saber se ele é meu pai ou não”, lembrou Clemozeide, a respeito do texto enviado ao apresentador.

publicidade

Na época, Clemozeide conseguiu uma resposta e que mesmo sem saber se partia do apresentador ou de seus advogados, considerou a atitude como “nobre”. “Foi dito que eu deveria procurar a Justiça, que, se isso fosse verídico, ele não iria fugir de suas responsabilidades. Assim que eu li isso, tive a confirmação que ele realmente era a pessoa que eu acredito como ser humano, sabe? A atitude dele, para mim, foi nobre, porque eu desejava fazer isso de forma privada, mas ele não fugiu da raia”.

Em 2016, ela decidiu entrar na Justiça para pedir o reconhecimento da paternidade. O processo foi aberto no fórum de Balneário Camboriú, em Santa Catarina, mas foi transferido para Osasco. A decoradora afirmou que em março deste ano, semanas antes da pandemia de covid-19, a Justiça determinou que Silvio Santos fizesse o exame de DNA. Agora, ela estaria esperando a data para a realização do teste. O processo corre em segredo de Justiça.

“Me queira bem”

Ainda na entrevista, Clemozilde enviou um recado para Silvio Santos: “Me queira bem, não me julgue, eu não posso ser julgada. Me dê um abraço um dia. Só isso. Tenta me conhecer, não acredite nos venenos que vão surgir depois dessa reportagem, como eu engoli muita coisa depois que vazou a primeira, quando vazou. Eu te admiro muito e sou muito sua fã. Acompanho sua carreira na medida que me foi possível, mas o que me encantei mesmo foi pela sua família. Acho maravilhosa a família que o senhor tem e é mais que toda riqueza que o senhor tem”.

Até o momento, Silvio Santos e SBT não se manifestaram sobre o caso. Clemozilde é uma das cinco pessoas a tentarem ser reconhecidas como filhos do Homem do Baú, segundo o “Notícias da TV”. Recentemente, a aposentada Vera Lucia Pinello Dias, de 72 anos, garantiu que é filha de do apresentador e entrou na Justiça para pedir que seja feito um exame de DNA para comprovar a suposta paternidade.

Nos três processos anteriores, dois exames de DNA comprovaram que o dono do SBT não era o pai. No outro, foi feito um acordo judicial e os números envolvendo o imbróglio permanecem em sigilo, informa Leo Dias.

Comentários