Início Cidades Mulher é acusada de desviar R$ 12 mil de vaquinha para ajudar...

Mulher é acusada de desviar R$ 12 mil de vaquinha para ajudar criança com câncer

0
acusada de desviar vaquinha (1)
Natasha Cristina é acusada pela família de Kiara de desviar R$ 12 mil de vaquinha virtual / Fotos: Reprodução/Record TV

A família de Kiara Silva, que tem 10 anos e luta contra um câncer no cérebro, acusa uma amiga de ter desviado R$ 12 mil de vaquinha virtual criada para ajudar no tratamento da criança.

publicidade

Natasha Cristina da Silva era a administradora da campanha de arrecadação para Kiara, mas a mãe da menina, Maria Alexandra da Silva, percebeu que havia algo de errado. “Conforme eu ia precisando, eu pedia [dinheiro] para ela [Natasha]. E ela sempre falava que não dava, que [o aplicativo] não tinha autorizado. Eu já estava me sentindo mal de tanto pedir para ela me orientar para saber como funcionava”, contou à reportagem da Record TV.

Maria Alexandra não afirma que Natasha não foi mais vista desde teria desviado o dinheiro da campanha, mas que a mãe dela enviou mensagens e áudios via WhatsApp se desculpando pelo ocorrido. “Não tô tirando a culpa da minha filha, mas o que eu posso fazer? Onde ela gastou esses R$ 12 mil? Porque na minha casa não foi”, disse a mulher em uma das mensagens.

publicidade
vaquinha kiara
Maria Alexandra, mãe de Kiara, registrou um boletim de ocorrência / Foto: reprodução/Record TV

A mãe de Natasha chegou a transferir alguns valores para Maria Alexandra, mas não devolveu todo o dinheiro que teria sido desviado pela filha. “Ela disse que ia ajudar, devolver tudo. Mas foi passando o tempo e ela foi falando que não tinha como pagar”, contou.

A reportagem entrou em contato com Natasha, mas quem atendeu o telefone foi outra mulher, que explicou que ela já combinou que iria devolver o dinheiro à família de Kiara e não cumpriu porque teria perdido o emprego. “Ela é uma pessoa desumana. Ela sabia, estava no nosso convívio, via a situação, a nossa luta e abusou da fé, não só da minha, mas de todos que ajudaram”, disse a mãe da criança.

publicidade

Maria Alexandra fez um boletim de ocorrência e o caso foi registrado como apropriação indébita. Todos os envolvidos serão ouvidos.

A batalha continua

Kiara vive com a família em São Bernardo do Campo, no ABC paulista. Com o avanço do tumor maligno diagnosticado no cérebro, e que não pode ser removido, a pequena teve a fala e os movimentos comprometidos. Além disso, Kiara enfrenta mais uma luta na saúde. Ela foi diagnosticada com uma infecção no olho e está internada.

Para conseguir ajuda e manter o tratamento da criança, a mãe dela criou uma nova vaquinha virtual e a administra sem a ajuda de terceiros. Maria Alexandra também agradece a todos que já contribuíram. “Com esse apoio eu consigo estar com ela, ver ela evoluindo… Ainda acredito que verei minha filha andando”, finaliza.

DEVIA R$ 5 MIL PARA AGIOTA// “Preciso de ajuda urgente”, disse corretora a amiga dias antes de ser morta a tiros em Carapicuíba

Comentários