Raul Gil chama Maisa de “bostinha” e marido de Cláudia Leite de “filho da p…”

5

Raul Gil não poupou palavras ao falar sobre Maisa, o Teleton e o marido da cantora Claudia Leitte, Marcio Pedreira, em bate-papo com fãs em um restaurante na Vila Mariana, em São Paulo, no último dia 12.

publicidade

Sem saber que havia jornalistas entre os fãs e que o papo era gravado, segundo o “Notícias da TV”, o apresentador falou sem qualquer pudor.

Ao comentar sobre a polêmica com Maisa, quando falou sobre o presidente eleito Jair Bolsonaro e foi interrompido pela jovem, afirmou que ela “se fodeu”: “aquela bostinha, se não fosse por mim, não existiria”.

publicidade

“Quando eu falei do Bolsonaro, gritaram pra Maisa, que estava com o negócio no ouvido: ‘Interfere aí, para esse cara’. Aí ela entrou no meio e se fodeu. Se fodeu. Por quê? Porque ela entrou e a criançada não parava de falar ‘vovô Raul, vovô Raul’, queriam que eu continuasse no palco. Enfim… Aquela bostinha, se não fosse por mim, não existiria. Ela começou comigo”, disparou.

Sobre a polêmica gerada pelos comentários de Silvio Santos que constrangeram Claudia Leitte durante o Teleton, Raul Gil afirmou: “Eu conheço o Silvio desde 1961. O que aconteceu? Ele foi lá e fez uma cagada com a Claudia Leitte, aí explodiram todas as confusões. Aquele filho da puta do marido da Claudia Leitte deve ter dado corda pra aumentar a confusão”.

publicidade

Ele também criticou o formato do Teleton. “Aquele Teleton é tudo paradão, engessado… O que acontece é que me chamam pra ficar lendo. Chamam o Carlos Alberto [de Nóbrega] e botam pra ler… Chamam a Maisa e botam pra ler aquela porra. Como que chama mesmo mesmo? Ah, é TP [teleprompter equipamento em que aparecem os textos na qual os apresentadores de TV e jornais leem durante o programa]”, avaliou Raul Gil.

Com informações do “Catraca Livre”

Comentários