Visão Atenta

0

Afif e Dilma
Causa polêmica a indicação do vice-governador de São Paulo, Guilherme Afif Domingos (PSD), para ministro da Micro e Pequena Empresa. Isso porque Afif vai acumular o cargo de vice do governador Geraldo Alckmin (PSDB), um dos principais nomes da oposição, e o de ministro do governo da presidente Dilma Rousseff (PT). Afif não irá acumular os salários, mas já avisou que só deixa a vice no estado em caso de decisão judicial nesse sentido.

publicidade

Pitoresco
A indicação de Afif para o primeiro escalão do governo petista fez alguns lembrarem o que acontece em uma cidade da região: Jandira. Por lá, um dos vereadores que, teoricamente, seriam da oposição ao prefeito Gê (PV), acabou sendo indicado por este como seu líder na Câmara Municipal. Com a situação, quem acompanha a política já percebe que as estranhas relações partidárias não são exclusividade de Jandira, município célebre em confusões na arena política. Enquanto isso, o eleitor fica cada vez mais perdido no complicado cenário político-partidário da região e do país.

Retórica
Sobre o assunto, Afif saiu-se com essa: “Eu não sirvo a dois senhores, eu sirvo a uma causa que os dois senhores concordam”, disse em referência a Alckmin e Dilma.

publicidade

De bem
O vereador Rogério Silva, presidente do diretório municipal do PSC, quer encerrar a turbulência com o prefeito Jorge Lapas (PT) e reaproximar seu partido do governo. “Houve algumas divergências, mas a política é feita disso mesmo. O PSC trabalhou não para ser oposição, mas situação”, declarou ao Visão Oeste em evento em Osasco nesta segunda-feira, 6.

Relembre
Há um mês, foram exonerados pelo prefeito 30 funcionários da Secretaria de Indústria, Comércio e Abastecimento (Sica) ligados ao PSC, entre eles o então secretário Marcos Arruda. A medida foi adotada após Lapas ver como “traição” a tentativa de obstrução na Câmara, liderada por Silva (PSC), da votação de um pedido de remanejamento orçamentário de R$ 8 milhões feito pela Prefeitura.

publicidade

Comentários