Bancários rejeitam nova proposta da Fenaban

0

Em reunião finalizada agora há pouco, a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) propôs 7,5% de reajuste à categoria, sem abono. O Comanda Nacional de greve dos bancários rejeitou a proposta e a greve continua. Outra reunião com a Fenaban está marcada para esta quarta-feira, 21.

publicidade

Já são 15 dias de greve dos bancários. A primeira proposta da Fenaban havia sido de reajuste de 5,5%. Os bancários buscam reajuste salarial de 16%, com piso de R$ 3.299,66, e Participação nos Lucros e Resultados (PLR) de três salários mais R$ 7.246,82. A categoria também reivindica vales-alimentação, refeição, 13ª, cesta e auxílio-creche/babá de R$ 788 cada, além de pagamento para graduação e pós e melhorias nas condições de trabalho.

Consumidor
Os clientes dos bancos poderão fazer saques e outras operações por canais alternativos, como caixas eletrônicos, internet banking, aplicativos no celular, telefone, além de casas lotéricas, agências dos Correios, redes de supermercados e outros estabelecimentos.

publicidade

Comentários

publicidade