Organização Mundial de Saúde coloca o Estado de São Paulo como área de risco da Febre Amarela

0

Nesta terça-feira, 16, a Organização Mundial de Saúde (OMS) passou a considerar todo o Estado de São Paulo como área de risco de febre amarela. A recomendação é que todos os viajantes que façam viagens à região estejam vacinados.

publicidade

“Considerando o nível elevado da atividade do vírus da febre amarela observado em todo o Estado de São Paulo, a OMS determinou que, além de áreas listadas em avaliações anteriores, o Estado de São Paulo inteiro deve ser também considerado como risco de transmissão de febre amarela”, aponta a entidade, em um comunicado publicado nesta terça-feira. “Consequentemente, a vacinação contra a febre amarela é recomendada para viajantes internacionais visitando quando área no estado de São Paulo”, diz.

LEIA MAIS

publicidade

MORRE JOVEM COM SUSPEITA DE FEBRE AMARELA EM OSASCO

OSASCO NÃO TERÁ DOSE FRACIONADA DE VACINA, DIZ SECRETÁRIO DE SAÚDE

publicidade

OSASCO AMPLIA NÚMERO DE UNIDADES DE VACINAÇÃO CONTRA FEBRE AMARELA

A OMS afirma que a mudança em sua diretriz ocorreu por causa do “aumento da atividade do vírus” da febre amarela silvestre em São Paulo. Desde janeiro de 2017, foram 21 mortes pela doença.

Até o momento, grande parte do interior do Estado é considerado como área de recomendação permanente de vacinação, e alguns trechos da capital são consideradas áreas de risco temporária.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, anunciou a realização de um mutirão para combater a febre amarela, entre os dias 3 e 23 de janeiro.

“A expectativa é vacinar 7 milhões de pessoas no Estado de São Paulo. A escolha das áreas prioritárias é técnica, são os chamados corredores, as pessoas mais susceptíveis à febre amarela silvestre”, explica Alckmin.

O governador fez a solicitação de novas vacinas e já conversou com o ministro da saúde Ricardo Barros, que vai mandar mais 1 milhão de doses. “O que é importante é não ter pânico, e o trabalho está sendo bem feito”, conclui.

Os sintomas da febre amarela

A febre amarela é marcada por sintomas como dores nas costas, no abdômen ou nos músculos, calafrios, fadiga, febre, mal-estar ou perda de apetite. A doença também pode causar enjoo ou vômito e delírio, e é comum dores de cabeça, pele e olhos amarelados ou até mesmo sangramento. Porém, a avaliação médica é sempre imprescindível para um diagnóstico mais preciso e o tratamento mais adequado.

 

Comentários