Sindicato dos Vigilantes protesta contra reajuste abaixo do esperado

0

Amaro: “setor cresce à custa da exploração dos trabalhadores” / Foto: Assessoria/Sindicato
Amaro: “setor cresce à custa da exploração dos trabalhadores” / Foto: Assessoria/Sindicato

publicidade

Esta semana o presidente do Sindicato dos Vigilantes de Barueri, Amaro Pereira, publicou artigo lamentando o resultado abaixo do esperado na última Campanha Salarial da categoria. “Não tivemos um reajuste salarial merecido, de acordo com o INPC acumulado nos últimos 12 meses, apenas reposição de 10,97%, sem nenhum ganho real”, lamentou Amaro.
“Com isso, o nosso piso continua sendo um dos mais baixos do Brasil, subindo somente para R$ 1.351,78”, continua o sindicalista.
Amaro afirma que a posição do sindicato diante da baixa proposta patronal era que a categoria entrasse em estado de greve geral, “mas ainda não temos número suficiente de trabalhadores dispostos a encarar este desafio”, lamentou o presidente do Sindicato dos Vigilantes de Barueri.
Amaro avaliou ainda que “não há crise na segurança privada. O setor cresce cada vez mais à custa da exploração dos trabalhadores”.
“Este cenário desanimador não vai enfraquecer nosso movimento de lutar pelos direitos da categoria. Neste ano, peço que os trabalhadores juntem-se a nós e participem mais das mobilizações”, completou.

publicidade
Comentários