Nos últimos dias, operações de fiscalização das prefeituras de Osasco e Carapicuíba fecharam bares e lanchonetes por motivos como excesso de barulho à noite. Em Osasco, uma igreja também foi lacrada.

publicidade

“As pessoas têm que descansar, o excesso de barulha perturba. Então, quem se adequar às regras municipais, maravilha. Quem quiser fazer barulho durante a madrugada, não vai fazer”, afirmou o secretário de Segurança de Osasco, Valdeci Magdanelo.

“[O estabelecimento] Tem que respeitar, colocar [isolamento] acústico, reduzir o horário, reduzir o som”, completou.

publicidade

No município, pelo menos oito estabelecimentos foram lacrados nos últimos dias, em bairros como Novo Osasco, Vila Yolanda, Rochdale, Munhoz Júnior e Vila Ayrosa.

Em Carapicuíba, foram lacrados no fim de semana 15 bares e lanchonetes por problemas de documentação.

publicidade

Em reunião nesta quinta, 23, os proprietários foram orientados por representantes da administração municipal sobre a regularização dos estabelecimentos, inclusive adotando medidas contra o excesso de barulho.

Operação Tolerância Zero aos Pancadões

Além disso, no último fim de semana a Operação Tolerância Zero aos Pancadões, realizada em parceria entre a Guarda Civil Municipal carapicuibana e a PM, impediu a realização de um “fluxo” no Cohab.

“Vamos continuar com a operação nos bairros da nossa cidade. Precisamos garantir o sossego ao trabalhador que acorda cedo para trabalhar e sofre com os transtornos causados pelos pancadões”, afirma o prefeito Marcos Neves (PV).

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui