Cocuzza afirma que Unifieo não vai fechar / Foto: Carol Nogueira
Cocuzza afirma que Unifieo não vai fechar / Foto: Carol Nogueira

Em meio a uma grave crise, com professores com seis salários atrasados e parte deles em greve, o pró-reitor do Centro Universitário Fieo (Unifieo), Franco Cocuzza, critica os grevistas e fala em “maldades que alguns poucos assacam contra a nossa instituição”, em texto publicado em seu perfil no Facebook (leia abaixo).

publicidade

Cocuzza fala ainda que “os professores, na sua grande maioria, continuaram lecionando e atendendo os alunos. Porque Professor com P maiúsculo sempre será um educador”.

Ele defende ainda que “o Unifieo, durante 49 anos, sempre honrou seus compromissos (…) e não será uma crise econômica nacional que sepultará nossa querida FIEO”.

publicidade

“Estamos sofrendo com a redução do quadro de professores, funcionários e de cursos, mas em breve voltaremos a crescer”, continua Cocuzza.

Docentes em greve foram demitidos

Esta semana, mesmo com os salários atrasados, mais de 100 docentes em greve foram demitidos por justa causa, decisão que Cocuzza afirma que é sem volta.

publicidade

Os profissionais afirmam que a lei não permite demissões em caso de greves e pedem a intervenção do Ministério Público no caso.

“A justificativa é que nós não estamos dando aula e isso caracteriza desídia, mas a própria reitoria reconheceu, em diversos momentos, inclusive com documento assinado, que respeitavam a greve”, disse Antônio Carlos Roxo, professor de economia e ex-coordenador do curso de Comércio Exterior, durante manifestação realizada nesta quinta-feira, 9.

O Unifieo alega que enfrenta dificuldades devido à redução do número de alunos. Para pagar os atrasados, é cogitada a venda do campus Narciso, na rua Narciso Sturlini, que estaria avaliado em mais de R$ 30 milhões.

LEIA A ÍNTEGRA DE TEXTO PUBLICADO PELO PRÓ-REITOR DO UNIFIEO, FRANCO COCUZZA, EM SEU PERFIL NO FACEBOOK:

“Vamos vencer todas as dificuldades financeiras, administrativas e as maldades que alguns poucos assacam contra a nossa Instituição e contra os professores, que na sua grande maioria continuaram lecionando e atendendo os alunos. Porque Professor com P maiúsculo sempre será um educador. Venceremos porque o UNIFIEO durante 49 anos sempre honrou seus compromissos e, sobretudo, trouxe educação e cultura para Osasco e Municípios da região e não será uma crise econômica nacional que sepultará o nossa querida FIEO. Estamos sofrendo com a redução do quadro de professores, funcionários e de cursos, mas em breve voltaremos a crescer. O Direito já está em plena atividade e pronto para receber os calouros, que iniciarão com todos os demais alunos dos outros cursos no dia 20/02/2017. Compartilhe esta publicação para afastar falsas e inoportunas notícias. MATRICULE-SE JÁ. VOCÊ É MUITO IMPORTANTE PARA O UNIFIEO NOVOS RUMOS”.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui