IML funciona só parcialmente

0

O Instituto Médico Legal (IML) de Cotia foi parcialmente fechado, temporariamente, por conta das más condições ambientais e sanitárias da unidade. O Serviço de Verificação de Óbito (SVO), que atende casos de morte natural, é o único que continua operando normalmente e não deve sofrer alteração.
Segundo o diretor do Centro de Perícia do IML, Celso Domene, “os casos de mortes não naturais serão encaminhados para [o IML de] Osasco e, após os trâmites necessários, serão trazidos para Cotia pelo Serviço Funerário Municipal”.
Por conta do risco de Cotia perder a unidade, o Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região encaminhou ao governador Geraldo Alckmin (PSDB) requerimento expondo as dificuldades que os moradores da cidade sofreriam com a perda.
No dia 23, representantes do IML do estado de São Paulo realizaram uma vistoria na unidade de Cotia. Segundo a responsável pela adequação ambiental e sanitária do local, Karla Campos, “o espaço do prédio e a estrutura são bons e precisam apenas de alguns reparos técnicos [para voltar a atender na totalidade]”.

publicidade

Comentários

publicidade