Confira as restrições impostas pela regressão de Osasco e região no Plano São Paulo

0
calçadão osasco
Arquivo / Visão Oeste

Um dia após o segundo turno das eleições municipais, o governador João Doria (PSDB) anunciou, nesta segunda-feira (30), que todo o estado foi incluído na fase Amarela do Plano São Paulo de retomada econômica em meio à pandemia de covid-19. Com isso, o comércio e serviços em Osasco e região, que estavam na fase Verde e regrediram, voltam a ter restrições mais duras de funcionamento e atendimento.

publicidade

As mudanças impostas pela regressão das cidades da região no Plano São Paulo reduzem a capacidade e horário de atendimento nos shoppings e comércio em geral. A ocupação máxima baixa de 60% para 40% e o horário máximo de funcionamento são 10 horas por dia. Nas academias, a capacidade máxima é reduzida de 60% na fase Verde para 30% na Amarela – confira abaixo as diferenças de funcionamento entre as fases Amarela e Verde do Plano São Paulo.

Desde o dia 6 de outubro, a Grande São Paulo e as regiões da Baixada Santista, Campinas, Piracicaba, Sorocaba e Taubaté estavam na fase verde, a penúltima prevista pelo Plano SP.

publicidade
Doria inclui Osasco e região na segunda fase da reabertura do comércio
O governador João Doria (PSDB)

Nas últimas semanas, especialistas têm alertado para uma segunda onda de covid-19 em todo o Brasil. Até esta segunda-feira (30), foram registrados 6,3 milhões de casos e 172.833 mortes com confirmação da doença no país, dos quais 1,2 milhões de casos e 42.095 óbitos no estado de São Paulo.

O governador João Doria negou relação entre a regressão da maior parte do estado no Plano São Paulo e o fim do período eleitoral. “É uma medida de prudência que estamos tomando para melhorar o controle da pandemia. Precisamos do apoio da população e de micros, pequenos, médios e grandes empresários”, declarou.

publicidade

“Os dados dos últimos dias sustentam a necessidade de políticas mais restritivas, que reduzem aglomeração e circulação de pessoas”, afirmou o secretário de Saúde Jean Gorinchteyn. “Amarelo quer dizer atenção e respeito às regras sanitárias, evitando aglomerações, festas e encontros que estão levando o vírus a circular mais entre a população”, acrescentou.

DIFERENÇAS ENTRE A FASE AMARELA E A FASE VERDE DO PLANO SÃO PAULO:

SHOPPINGS E SIMILARES // 

 

FASE AMARELA

Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local.

Horário reduzido (10 horas).

Praças de alimentação (ao ar livre ou em áreas arejadas).

Adoção dos protocolos geral e setorial específico.

FASE VERDE

Ocupação máxima limitada a 60% da capacidade do local.

Adoção dos protocolos geral e setorial específico

COMÉRCIO EM GERAL

 

FASE AMARELA

Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local.

Horário reduzido (10 horas).

Adoção dos protocolos geral e setorial específico.

FASE VERDE

Ocupação máxima limitada a 60% da capacidade do local.

Adoção dos protocolos geral e setorial específico.

 

SERVIÇOS

FASE AMARELA

Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local.

Horário reduzido (10 horas).

Adoção dos protocolos geral e setorial específico.

FASE VERDE

Ocupação máxima limitada a 60% da capacidade do local.

Adoção dos protocolos geral e setorial específicos

 

BARES, RESTAURANTES E SIMILARES

FASE AMARELA

Somente ao ar livre ou em áreas arejadas

Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local.

Horário reduzido (10 horas).

Consumo local até 17h.

Consumo local até as 22h (se a região estiver a ao menos 14 dias seguidos na fase amarela).

Adoção dos protocolos padrões e setoriais específicos.

FASE VERDE

Ocupação máxima limitada a 60% da capacidade do local.

Consumo local até as 22h (se a região estiver a ao menos 14 dias seguidos na fase verde).

Adoção dos protocolos geral e setorial específico.

 

SALÕES DE BELEZA E BARBEARIAS

FASE AMARELA

Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local

Horário reduzido (10 horas)

Adoção dos protocolos geral e setorial específico.

FASE VERDE

Ocupação máxima limitada a 60% da capacidade do local.

Adoção dos protocolos geral e setorial específico.

 

ACADEMIAS

FASE AMARELA

Ocupação máxima limitada a 30% da capacidade do local.

Horário reduzido (10 horas).

Agendamento prévio com hora marcada.

Permissão apenas de aulas e práticas individuais, mantendo-se as aulas e práticas em grupo suspensas.

Adoção dos protocolos geral e setorial específico.

FASE VERDE

Ocupação máxima limitada a 60% da capacidade do local.

Adoção dos protocolos geral e setorial específico.

 

EVENTOS

FASE AMARELA

Permitido após a região ficar ao menos 28 dias consecutivos na fase amarela (apenas caso a região tenha avançado das fases laranja ou vermelha).

Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local.

Obrigação de controle de acesso, hora marcada e assentos marcados.

Venda de ingressos de eventos culturais em bilheterias físicas ou digitais, desde que respeitados protocolos sanitários e de distanciamento.

Assentos e filas respeitando distanciamento mínimo.

Proibição de atividades com público em pé.

Adoção dos protocolos geral e setorial específico.

FASE VERDE

Classificação após a região ficar ao menos 28 dias consecutivos na fase verde.

Ocupação máxima limitada a 60% da capacidade do local.

Obrigação de controle de acesso e hora marcada.

Venda de ingressos de eventos culturais em bilheterias físicas, desde que respeitados protocolos sanitários e de distanciamento.

Filas e espaços demarcados, respeitando distanciamento mínimo.

Adoção dos protocolos geral e setorial específico.

Comentários