Giro das cidades

0

Aplicativo contra o Aedes
O Consórcio Intermunicipal da Região Oeste Metropolitana de São Paulo (Cioeste), que reúne oito cidades da região, lançou a campanha #StrikeAedes. Trata-se de um aplicativo para auxiliar o combate ao mosquito Aedes Aegypit, transmissor da dengue, zika e chikungunya. Disponível no Google Play e Apple Store, o usuário responde a um quiZ de perguntas sobre o transmissor da dengue, zika e chikungunya. Os primeiros colocados no ranking ganham um par de ingressos para assistir a filmes no Cinemark.

publicidade

Mutirões de combate


Com o verão e as chuvas, os municípios da região reforçaram as ações para combater os criadouros do mosquito Aedes Aegypit, transmissor da dengue, zika e chikungunya. Em Osasco, que registou 697 casos de dengue em 2016, segundo dados do Centro de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde do Estado, foram iniciados mutirões aos sábados, que vão percorrer diversos bairros até abril.

publicidade

Reforço
Em Itapevi, até o final de abril, foi duplicado o combate ao Aedes Aegypit. O número de agentes de saúde em ações contra o mosquito aumentou de 30 para 60, nos mutirões casa a casa para eliminar os possíveis focos do mosquito. Além de reforçar as ações nos bairros, Amador Aguiar e Vitápolis, considerados mais sensíveis pela Secretária de Saúde. Em 2016, Itapevi registrou 35 casos de dengue.

publicidade

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVisão Atenta
Próximo artigoCidades intensificam atuação da GCM