Licenciamento antecipado bate recorde em janeiro no estado

Licenciamento antecipado bate recorde em janeiro no estado

2
Compartilhar
Foto: Lana Alves/Visão Oeste

A adesão ao licenciamento antecipado em janeiro teve um recorde histórico no Estado. De acordo com o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP), no mês, mais de 2 milhões de pessoas optaram por fazer o pagamento e ficar despreocupado para o resto do ano.

Os dados indicam um crescimento de 9,7% em comparação com o mesmo período do ano passado, quando 1,8 milhão de pessoas optaram pela modalidade. Até então, o recorde tinha sido registrado em 2017. Na ocasião, haviam optado pelo licenciamento antecipado 1.990.577 pessoas.

Antecipação

Publicidade

O pagamento antecipado é oferecido todos os anos e pode ser feito até o fim de março nos bancos, caixas eletrônicos, pela internet ou em lotéricas. Para isso, basta informar o número do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) do veículo. Caso prefira, o motorista pode pagar o licenciamento pelo calendário anual do final da placa.

Todos os débitos, como IPVA, DPVAT e multas, por exemplo, devem ser quitados antes. A entrega do novo documento do veículo só é feita pelos Correios. O endereço de entrega deve estar atualizado no Detran.SP. A taxa é de R$ 11,00. O valor do licenciamento 2019 é de R$ 90,20 para todos os tipos de veículos.

Publicidade

Quem deixa de pagar o licenciamento fica com o veículo em situação irregular e impedido de circular. Se for flagrado pela fiscalização, o motorista será autuado na infração gravíssima (sete pontos na habilitação), com multa de R$ 293,47 e a remoção do veículo para o pátio.

Calendário

O calendário anual, para quem não optar pelo licenciamento antecipado 2019, começa em 1º de abril e vai até dezembro, exceto para caminhões e tratores (os prazos vão de setembro a dezembro).

Para o licenciamento pelo calendário, a regra é a mesma: todos os débitos do veículo, incluindo IPVA, seguro obrigatório e multas, devem estar quitados. Em situação contrária, o documento não é emitido.

O proprietário pode optar pela entrega pelos Correios, retirar em qualquer unidade do Detran.SP ou posto Poupatempo. Para retirada, é necessário apresentar um documento pessoal com foto. Ao todo, o Estado de São Paulo tem 29,6 milhões de veículos registrados. Apenas na capital são 8,7 milhões.

Compartilhar

Comentários