Início Cidades Carapicuíba Retrospectiva 2020 | Consumidores de Osasco e região enfrentaram preços abusivos em...

Retrospectiva 2020 | Consumidores de Osasco e região enfrentaram preços abusivos em meio à pandemia

0
preços abusivos em osasco e região
Fotos: Agência Brasil/ Reprodução

Retrospectiva 2020 | Durante esse mês, o Visão Oeste vai relembrar assuntos que foram destaques ao longo do ano. Desde o início da pandemia de covid-19, a população de Osasco, Carapicuíba e região passou a enfrentar também problemas com preços abusivos de alimentos, álcool gel, gás de cozinha e conta de luz.

publicidade

Em junho, consumidores se assustaram com o aumento no valor das faturas da Enel. Houve relatos de cobranças duas e até três vezes maior do que o valor habitual. Entre centenas de reclamações, um morador de Carapicuíba viu sua conta de luz saltar de R$ 70 para R$ 229. Indignada, uma internauta divulgou a fatura de sua mãe, que mora em Osasco, no valor de R$ 422. Clique aqui para ler a matéria na íntegra.

O caso rendeu mobilização por parte de vereadores, prefeitos e chegou ao Procon, que multou a Enel em mais de R$ 10 milhões por prática abusiva. Entre junho e julho deste ano, o órgão recebeu 21 mil queixas contra a distribuidora de energia elétrica, que se comprometeu em recalcular as faturas e parcelar as contas dos consumidores que registraram reclamações. Clique neste link para relembrar o caso.

publicidade

Na região, quem foi ao mercado em meio à pandemia também se assustou ao se deparar com o pacote de arroz custando R$ 20, o quilo do feijão a quase R$ 10 e o pacote de papel higiênico com 32 rolos vendido a quase R$ 40. Clique aqui para relembrar o caso.

A enxurrada de reclamações dos consumidores rendeu ações de fiscalização do Procon e multa a vários estabelecimentos. Um supermercado, em Osasco, chegou a ser multado em R$ 200 mil por prática abusiva e está recorrendo da decisão. Clique aqui para ler a matéria completa.

publicidade

Em março, o aumento do botijão de gás de cozinha também foi alvo de reclamações em Osasco e região. Houve relatos de consumidores que chegaram a pagar R$ 139 na unidade. Antes da pandemia, o preço médio do botijão de 13 kg era de R$ 70. Clique aqui para ler a matéria na íntegra.

Leia também: Retrospectiva 2020 | Apostadores de Osasco e região que se deram bem nas loterias

Comentários