Sacerdote de Santana de Parnaíba é acusado de golpe na compra de carro de R$ 300 mil

0
audi r8 sacerdote santana de parnaíba
Polícia foi acionada após sacerdote de Santana de Parnaíba dar cheques sem fundos na compra do carro de luxo / Foto: divulgação

Um homem que se identifica como sacerdote e mora em Santana de Parnaíba é acusado de dar um golpe na compra de um Audi R8 ano 2009, que custa cerca de R$ 300 mil. A vítima, um pastor de São José dos Campos, procurou a polícia após constatar que o sacerdote havia lhe passado cheques sem fundos.

publicidade

Os dois teriam acertado a venda do carro de luxo por R$ 290 mil. O comprador pagou R$ 100 mil em dinheiro e deu cinco cheques para pagar o restante. Quando o vendedor foi descontar o primeiro cheque, de R$ 30 mil, descobriu que não tinha fundos, segundo informações do jornal “Agora”. Ele tentou entrar em contato com um representante que teria sido encarregado pelo sacerdote para cuidar do assunto, mas as ligações não foram atendidas.

Então, a vítima acionou a empresa responsável pelo rastreamento do veículo, que ainda estava ativo, e acionou a polícia para irem até o local onde o carro estava desde o dia 16, a garagem da casa do sacerdote, em Santana de Parnaíba.

publicidade

Leia também:

Rogério Lins parabeniza bombeiros que evitaram que homem se jogasse da Ponte Metálica
Universo de Harry Potter invade o Sesi Osasco no “Sábado de Magia”
Laricão: tatuadora de Cotia come lanche de 2 quilos em 17 minutos e viraliza na internet
Atento tem milhares de vagas que não exigem experiência

No endereço, além do Audi, foi encontrado outro carro de luxo, uma Ferrari F430, que custa mais de R$ 500 mil. Os policiais entraram em contato com um homem de Belo Horizonte (MG), que afirmou que tinha negociado o carro com o sacerdote e que os pagamentos também estavam pendentes. O caso foi registrado como estelionato.

publicidade

O advogado do sacerdote afirmou à reportagem do “Agora” que o pagamento da Ferrari foi feito no fim da tarde desta terça-feira (24) e que o pastor “se precipitou” ao acionar a polícia para cobrar o pagamento do Audi R8.

Comentários