Simone critica hipocrisia dos religiosos: “Gostam do dedo apontado”

0
simone
Foto: Reprodução/YouTube

A cantora sertaneja Simone Mendes falou abertamente sobre as críticas que recebe dos religiosos nas redes sociais, durante participação no podcast Transformados, que foi ao ar nesta terça-feira (30).

publicidade

A coleguinha afirmou que, mesmo sendo minoria, recebe comentários cruéis e relembrou uma situação que a fez perder a paciência. “Fizeram comentários dolorosos. E eu fiz questão de entrar na página dessas pessoas e fiz questão de ver. E eu vi que eles tinham algumas falhas que não poderiam me apontar. Para me apontar teria que ser Jesus, que é perfeito”, disse.

Simone comentou que uma das situação que mais a chateou aconteceu na semana após a morte de Marília Mendonça. “[Eles] Fazem como se qualquer pessoa fosse pecadora, como se qualquer pessoa que exerce o trabalho ‘no mundo’, como eles dizem, não querem nem chegar perto. Depois que a pessoa morre, vem a compaixão. Por quê? Só quando morre vem o amor? Por que em vida não oram, não dão a mão? Eles fazem diferente, gostam do dedo apontado”, criticou a coleguinha.

publicidade

O empresário Kaká Diniz, marido da coleguinha, também participou do podcast e disse que os ensinamentos de Jesus não são compatíveis com algumas atitudes daqueles que se dizem cristãos.

“Existe uma incoerência muito grande no discurso dos religiosos. Tem pastor dentro da igreja, missionários e evangelistas falando sobre compaixão, sobre amor, que a gente tem que amar, mas vai para as redes sociais fazer o contrário. Elas falam a verdade que convém à elas”, apontou Kaká.

publicidade

O casal é dono de uma mansão em Alphaville, bairro nobre entre Barueri e Santana de Parnaíba, onde fez questão de construir uma sala de oração. Nas redes sociais, Kaká costuma fazer reflexões sobre sobre valores, conquistas e o que realmente importa na vida.

 

Comentários