Polícia e Conselho Tutelar negam boato de onda de rapto de crianças em Osasco

Apesar de boato de sequestros para tráfico de órgãos, delegacia e Conselho Tutelar de Osasco não registraram ocorrências de crianças desaparecidas

0
Polícia e Conselho Tutelar negam boato de onda de rapto de crianças em Osasco

Nas últimas semanas, as redes sociais e grupos de WhatsApp têm reproduzido boatos sobre uma onda de sequestros de crianças em Osasco que tem criado preocupação na população. Fotos de crianças, textos sobre o assunto em grupos e áudios têm se espalhado rapidamente, alguns mencionando que os sequestros seriam usados para o tráfico de orgãos.

publicidade

De acordo com informações da Delegacia Seccional de Polícia de Osasco, a cidade não registrou nenhum caso recente de sequestro ou rapto de crianças. Por enquanto, segundo órgão, tudo está apenas no âmbito de boatos.

No Conselho Tutelar Zona Sul de Osasco, na Vila Campesina, também não houve nenhum caso. Segundo a conselheira tutelar Rosa Maria Amorim, a instituição está “acompanhando os boatos nas redes”, mas, “não houve nenhum caso efetivo que tenhamos conhecimento”.

publicidade

No Cadastro Municipal de Desaparecidos de Osasco também não consta nenhum caso recente de criança desaparecida.

publicidade

 

Comentários