Sesi realiza mostra com filmes premiados

0

Programação é composta pelos vencedores do “Prêmio Fiesp/Sesi-SP de Cinema” / Reprodução
Programação é composta pelos vencedores do “Prêmio Fiesp/Sesi-SP de Cinema” / Reprodução

publicidade

As unidades Cotia e Santana de Parnaíba do Sesi vão exibir gratuitamente até o dia 23 de novembro a “Mostra Vencedores”, composta pelos filmes ganhadores na 10ª edição do “Prêmio Fiesp/Sesi-SP de Cinema”. A competição foi realizada pela instituição em parceria com o Sindicato da Indústria do Audiovisual do Estado de São Paulo (Siaesp) e reconheceu a produção nacional em 13 categorias.

O polêmico Tatuagem está na programação

Entre os filmes está o polêmico Tatuagem, de Hilton Lacerda, que levou o prêmio de Melhor Ator para Irandir Santos. O longa se passa no Brasil de 1978, quando a ditadura militar já mostrava sinais de esgotamento. Clécio (Irandhir) é líder da trupe teatral Chão de Estrelas, cujo principal personagem é a travesti Paulete (Rodrigo Garcia), com quem matem um relacionamento. Um dia Paulete recebe seu cunhado Fininha (Jesuíta Barbosa), militar de 18 anos, que se encanta pelo universo criado pela trupe e logo é seduzido por Clécio. O filme trata como pano de fundo a repressão militar aos artistas e causou polêmica pelas cenas de nudez.

publicidade

Também passa pela região O Tempo e o Vento, de Jayme Monjardim, que levou o prêmio de Melhor Direção de Arte para Tiza Oliveira. Baseado na maior obra do escritor Érico Beríssimo, o filme conta a história da família Terra Cambará e de sua rival, a família Amaral, durante 150 anos. O recorte é a formação do Rio Grande do Sul, a povoação do território brasileiro e a demarcação de fronteiras.
Vencedor na categoria Melhor Diretor para Rubens Rewald e Rossana Foglia e Melhor Ator Coadjuvante para Jair Rodrigues, Super Nada também figura na mostra. A trama acontece em São Paulo, onde vive Guto (Marat Descartes), um ator sonhador. Ele se prepara, vai a todos os testes na esperança de um dia ter sua grande chance. Seu ídolo é Zeca (Jair Rodrigues), velho comediante, já decadente. Seus caminhos se cruzam e a sorte de Guto é o que está sempre em jogo.

Também participam os vencedores na categoria Melhor Documentário e Melhor Curta-Metragem As Hiper Mulheres, de Carlos Fausto, e Preto ou Branco, de Alison Zago, respectivamente. O primeiro conta a história de um velho que tem medo da morte de sua esposa. Ele pede ao sobrinho para realizar o jamurikumali, maior ritual do Alto Xingu, no Mato Grosso, para eu sua esposa possa cantar pela última vez. O filme faz um retrato da vida das mulheres xingús. Já Preto ou Branco trata da descoberta do jornalista Eduardo Pena (Sérgio Mastropasqua), durante a Ditadura Militar, que seu inconsciente pode ser seu maior algoz.

publicidade

“Mostra Vencedores”, do 10º Prêmio Fiesp/Sesi-SP de Cinema

Até 23 de novembro
Sesi Cotia e Santana de Parnaíba
Programação:
www.sesisp.org.br/cultura/

Comentários