Sindicatos da região fazem atos contra reforma da Previdência

0
“Se botar para votar, o Brasil vai parar” é o tema da cartilha entregue pelos sindicalistas.

Esta segunda-feira (19) foi marcada pela ação dos sindicatos da região Oeste que participaram dos atos contra a reforma da previdência em São Paulo. Entre as mais de 20 entidades que estavam presentes na ação estavam a Associação Paulista dos Técnicos Judiciários (APATEJ), o Sindicato dos Empregados no Comércio de Osasco e Região (SECOR), o Sindicato dos Vigilantes de Barueri, o Sindicatos dos Gráficos (SINDIGRÁFICOS), Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e região, Frente Brasil Popular, Intersindical, e a Central Única de Trabalhadores (CUT).

publicidade

Entre as ações que marcaram o dia, foram feitas panfletagens no Centro e na estação da CPTM de Osasco e Jandira de cartilhas informativas com o tema “Se botar para votar, o Brasil vai parar”, com a assinatura dois sindicatos que apoiaram da ação.

Panfletagem na frente da estação Barueri da CPTM.

Ao longo do dia também aconteceram diversos protestos nas agências do INSS de Osasco, Barueri, Jandira e Carapicuíba contra um endurecimento dos peritos que, segundo reclamações dos trabalhadores, estão recusando a concessão de benefícios na maioria dos casos.

publicidade

Houve também o protesto dos Sindicatos dos Bancários que deixou fechadas diversas agências de São Paulo e Osasco. Os bancos ficaram interditados por duas horas, das 10h às 12. Após esse horário, houve a retirada das faixas da frente dos bancos.

Os sindicatos também participaram da manifestação que aconteceu no vão livre do Museu de Artes de São Paulo (MASP), que se iniciou por volta das 15h. Às 17h, o trecho da avenida sentido Consolação estava totalmente bloqueado. Para a ação, os sindicalistas usaram bandeiras e faixas contra a reforma da previdência, contra o presidente Michel Temer e contra a intervenção federal no Rio de Janeiro.

publicidade

Comentários