1º de Maio tem debate sobre impacto da inflação no salário do trabalhador

0

O secretário-geral da Presidência, Gilberto Carvalho, discursa / Foto: Eduardo Metroviche
O secretário-geral da Presidência, Gilberto Carvalho, discursa / Foto: Eduardo Metroviche

Auris Sousa

Os eventos do 1º de Maio deste ano, organizados pelas centrais sindicais, foram marcados por shows e reivindicações em São Paulo. Durante as comemorações os sindicalistas reforçaram a luta pela redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais, o fim do fator previdenciário e outros itens da Agenda da Classe Trabalhadora.

Publicidade

Na praça Campo de Bagatelle, zona Norte da Capital, a comemoração foi realizada pela Força Sindical, em parceria com UGT, CTB e Nova Central. Durante o evento, o presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho, voltou a defender o gatilho salarial, mecanismo pelo qual os reajustes para os trabalhadores ocorreriam a cada três meses. A proposta, segundo ele, seria uma forma de recompensar perdas salariais provocadas pela inflação.

No Vale do Anhangabaú, as atividades ficaram por conta da Central Única dos Trabalhadores (CUT). Embora contra o gatilho salarial, o presidente da central, Vagner Freitas, concorda que a inflação prejudica os trabalhadores. “Quem sofre com a inflação é a classe trabalhadora e não os patrões. Nós sabemos disso porque os governos anteriores ao Lula causaram inflação durante 500 anos no Brasil”, defendeu.

Os dois shows contaram com nomes populares da música, entre eles Alceu Valença, Leonardo, Belo, Fernando & Sorocaba, Turma do Pagode, Mumuzinho, Bruno & Marrone, Fernando & Sorocaba, Zezé Di Camargo & Luciano. Além disso, por meio de sorteios, a Força Sindical presenteou 19 trabalhadores com um carro 0 Km.

Região
Em Osasco o Dia do Trabalhador teve a 5ª Corrida dos Trabalhadores, organizada pelo Sindicato dos Bancários em parceria com a Prefeitura.
O prefeito Jorge Lapas (PT) participou do evento esportivo e aproveitou para dizer que está em estudo a implantação de uma ciclofaixa, aos domingos, na cidade.

Em Jandira, festa organizada pela CUT em parceria com a Prefeitura reuniu 20 mil pessoas, segundo os organizadores. Além de shows, o evento sorteou um veículo 0 km.
Santana de Parnaíba teve seis festas organizadas pela Prefeitura em vários bairros. Foram distribuídos 366 prêmios ao longo do dia, como motocicletas, TVs, tablets e bicicletas.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorParceria
Próximo artigoRoupa será principal presente na região