89% dos leitos de UTI do Hospital Geral de Carapicuíba estão ocupados

0
89% dos leitos de UTI do Hospital Geral de Carapicuíba estão ocupados
Foto: divulgação

A UTI do Hospital Geral de Carapicuíba está com 89% dos leitos ocupados por pacientes com suspeitas do novo coronavírus (covid-19) e demais doenças, de acordo com a Secretaria de Saúde do estado.

O HGC é o único equipamento de saúde de referência na cidade para receber pacientes com complicações de covid-19, por contar com UTI, equipe médica e toda a estrutura para tratar desses pacientes.

Profissionais da saúde que trabalham no hospital temem uma possível superlotação. Alguns denunciam, anonimamente, que médicos e enfermeiros teriam pedido demissão e afastamento por medo do caos.

Publicidade

Além de relatos de exaustão, há denúncias também de que médicos e enfermeiros estão afastados por terem contraído o vírus. Recentemente, a enfermeira Tatiane Ferraregi, de 36 anos, que trabalhava no hospital, morreu de covid-19, após mais de duas semanas na UTI.

Carapicuíba possui dois centros de enfrentamento do coronavírus. No entanto, esses equipamentos de saúde recebem apenas pacientes vindos de outros prontos-socorros do município e repassam ao HGC.

A cidade tem, até o momento, 270 casos suspeitos da doença. Destes, 38 pacientes estão internados e cindo deles estão na UTI, segundo boletim divulgado pela administração municipal nesta quinta-feira (23).

Carapicuíba registrou 11 mortes confirmadas por covid-19 e outros 11 óbitos estão em investigação.

Comentários