Alisamento quase fatal: mulher tem parada cardíaca e vai para UTI após fazer progressiva

0
progressiva cabelo
Foto: ilustrativa

Uma mulher teve uma parada cardiorrespiratória após fazer uma escova progressiva em um salão de cabeleireiro. Ela foi internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital em Cascavel, no Paraná.

publicidade

Lisias de Araújo Tomé alisou o cabelo no dia 16 de agosto e passou mal quando estava em casa, no dia 17. De acordo com o médico que a atendeu, ela teria tido uma alergia ao produto químico que foi utilizado no processo de alisamento do cabelo.

“Depois que ela foi tomar banho exalou um vapor do cabelo dela, com cheiro bem característico do formol. Ela inalou esse vapor e começou a passar mal e teve falta de ar”,explicou o médico, ao G1.
Ao chegar no hospital, Lisias de Araújo precisou ser entubada imediatamente. Ela foi encaminhada à UTI, onde permaneceu por três dias e recebeu alta para se recuperar em casa.

publicidade

O formol é uma substância tóxica que é proibida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). De acordo com o médico que atendeu Lilias, o formol pode trazer diversos riscos à saúde, como lesão no couro cabeludo e queimaduras.

“O formol é tão forte que nós usamos para preservar cadáveres nos tanques para que os alunos possam estudar neles. […] Pode haver um óbito por situações gravíssimas de intoxicação por formol, tanto pela inalação como contato químico”, alertou o médico.

publicidade

Comentários