Barueri tem ajuda do Exército no combate à dengue

0
Agentes terão auxílio de homens do Exército pra orientar a população / Foto: divulgação

A partir desta segunda-feira, 28, a Vigilância Sanitária de Barueri intensifica as ações de combate à dengue em operação que conta com a ajuda de soldados do Exército, que sairão às ruas juntamente dos agentes de saúde.

publicidade
Agentes terão auxílio de homens do Exército pra orientar a população / Foto: divulgação
Agentes terão auxílio de homens do Exército pra orientar a população / Foto: divulgação

Por outro lado, nos condomínios comerciais e residenciais, a Secretaria da Saúde têm aplicado notificações a síndicos e proprietários, em função da negativa em deixar os agentes averiguarem possíveis focos de criadouro do mosquito transmissor.

Em todos os trabalhos, os agentes informam como  evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti através da eliminação de criadouros.

publicidade

“É importante salientar que o combate ao mosquito deve acontecer durante os 12 meses do ano, e que se cada um comprometer alguns minutos diariamente do seu tempo para olhar o quintal  e o interior de sua residência, vamos vencer essa guerra”, destaca o coordenador da Vigilância Sanitária em Barueri, Francisco Franchini.

“Lembrando que o mosquito consegue se desenvolver em pequena quantidade de água, como por exemplo em tampinha de garrafa descartável, sendo um criadouro em potencial”, complementa.

publicidade

Outras ações

O município também conta com palestras de prevenção que são realizadas nas escolas públicas e privadas (conforme solicitação da direção via e-mail ou ofício), empresas privadas, nas Secretarias Municipais de Barueri, bibliotecas e igrejas.

Mais de 6.600 pessoas já foram beneficiadas com este trabalho, que aborda como eliminar os focos de dengue,  como os mosquitos se reproduzem e como transmitem a doença, sinais e sintomas de dengue.

O comitê de Mobilização de Ações no Controle de Combate à Dengue (CMCD) foi criado pela Secretaria de Saúde em agosto de 2013, e conta com a participação da iniciativa privada, publica, sindicatos, associações e lideranças de bairros (50 membros), e está atuando diretamente no combate ao mosquito.

A Semana de Combate à Dengue, entre 24 e 28 de março, envolveu toda a equipe da Secretaria de Saúde, que trabalhou junto a 15 escolas da rede municipal de ensino. Contou com a ajuda dossoldados do Exército Brasileiro (22º BLog) em bairros que fazem divisa com Barueri. Durante a Semana, foram visitados 2.258 imóveis.

Números

Em janeiro, a Secretaria de Saúde de Barueri realizou a Avaliação de Densidade Larvária, em que o município consegue verificar os locais com maior infestação do mosquito e realizar trabalho intensificado para eliminar e até mesmo evitar a proliferação do Aedes aegytpi. Durante o trabalho foram visitados 3.273 imóveis.

Além disso, de janeiro a março, as equipes de combate à dengue visitaram mais de 15.500 imóveis – destes, quase 1.300 imóveis tiveram ações de bloqueio contra criadouros, em regiões com casos notificados e confirmados de dengue.

Neste mês de abril, a divisão de combate à dengue está realizando bloqueio contra criadouros nos bairros Parque Imperial, Jardim Maria Helena, Vila Boa Vista, Jardim Morelato, Jardim Tupancy e Jardim Paraíso; e realizando visitas de rotina nos bairros Jardim Flórida, Jardim Belval, Jardim Silveira, Jardim Tupan, Parque dos Camargos, Aldeia de Barueri e Jardim dos Camargos.

Qualquer dúvida ou notificação de casos, existência de criadouros, reclamações e outros serviços, utilize o DISQUE DENGUE: 0800 7717207.

Comentários