Bolsonaro critica governadores por fechamento do comércio: “Chega de frescura”

0
bolsonaro
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Nesta quinta-feira (4), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a criticar governadores e prefeitos por medidas como o fechamento do comércio e a restrição de circulação de pessoas, para conter o avanço da pandemia de covid-19.

publicidade

“Chega de frescura, mimimi. Vão ficar chorando até quando? Temos que enfrentar os problemas. Respeitar, obviamente, os mais idosos, e aqueles que têm doenças, comorbidades. Mas onde vai parar o Brasil se nós pararmos?”, disse Bolsonaro, durante agenda em Goiás.

Em seu discurso, o presidente elogiou trabalhadores rurais por não deixarem de trabalhar em meio à pandemia. “Vocês não se acovardaram”, declarou. “Sempre disse: vamos cuidar da questão do vírus e do desemprego. São dois problemas que temos que tratar com a mesma responsabilidade e de forma simultânea”, completou.

publicidade

O discurso de Bolsonaro veio logo após o Brasil registrar 1.910 novas mortes por covid-19 (em 24h), o maior número desde o início da pandemia. Em 12 meses, mais de 250 mil brasileiros perderam a vida em decorrência da doença.

 

publicidade

Comentários