Campanha de vacinação contra gripe é prorrogada até 15 de junho

0

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo prorrogou a campanha de vacinação contra a gripe até o dia 15 de junho. De acordo com balanço da pasta, desde o início da campanha até esta segunda-feira, 3, 8,1 milhões de pessoas já foram vacinadas em todo o Estado. Na região de Osasco 444,5 mil de vacinas foram aplicadas.

publicidade

Pessoas com doenças crônicas, gestantes, idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores da saúde, mulheres puérperas, indígenas e crianças a partir dos seis meses e menores de dois anos de idade devem procurar um posto de vacinação mais próximo para serem imunizados.

A Secretaria alerta também que as crianças paulistas entre seis meses de idade e menores de dois anos deverão tomar duas doses da vacina contra a gripe. A segunda dose deve ser aplicada 21 dias após a primeira aplicação. A medida vale para crianças que participaram pela primeira vez da campanha de imunização neste ano ou que receberam apenas uma dose no ano passado.

publicidade

Distribuição de antiviral

Além da prorrogação da campanha de vacinação contra a gripe, a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo distribuiu cerca de 2 milhões de doses do antiviral Oseltamivir (popularmente conhecido como Tamiflu®) em versões adulta e infantil para os municípios paulistas.

publicidade

A ação faz parte do combate às síndromes virais graves, que se intensificam nessa época do ano, como a gripe influenza A (H1N1). O abastecimento do medicamento é destinado aos pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e poderá ser prescrito pelo médico responsável pelo atendimento nas unidades de saúde de cada município.

Meta atingida

Ao longo da campanha a Secretaria de Estado da Saúde tinha como principal meta imunizar pelo menos 80% do total de 8,7 milhões de pessoas entre idosos com 60 anos ou mais, gestantes, crianças a partir de seis meses e menores de dois anos, indígenas, pacientes diagnosticados com doenças crônicas e profissionais de saúde do Estado, o que corresponde a cerca de 7 milhões de paulistas. Ao longo da campanha, já foram vacinados 8,1 milhões de pessoas que integram esses grupos prioritários.

Comentários