Carapicuíba: malandros esperavam encomenda e receberam a polícia após compra no Mercado Livre com cartão clonado

0
carapicuíba
Reprodução

Dois golpistas, pai e filho, que esperavam uma encomenda feita via Mercado Livre com cartão clonado foram surpreendidos ao receberam, junto ao pedido, a polícia e voz de prisão, em Carapicuíba.

publicidade

A ocorrência foi na sexta-feira (30). Policiais civis da 1ª Delegacia de Polícia sobre Fraudes contra Instituições Financeiras praticadas por Meios Eletrônicos (1ª DCCIBER/Deic) indiciaram pai e filho, moradores de Carapicuíba, pelo crime de estelionato, após ambos comprarem produtos de forma fraudulenta no Mercado Livre. Além dos indiciamentos, o pai foi preso em flagrante por falsidade ideológica.

Os agentes receberam informações do Setor de Prevenção à Fraudes do Mercado Livre, que identificou a compra de um capacete, por meio da plataforma de comércio, mediante o uso de cartão clonado.

publicidade

Diante dessa informação e tratando-se de entrega programada, os policiais acompanharam de longe e viram o momento em que o entregador solicitou que o recebedor apresentasse o documento e assinasse o recibo da entrega.

Realizada a abordagem pela equipe, constatou-se que o recebedor assinou o recibo com outro nome. Ele contou aos agentes que a mercadoria havia sido adquirida por seu filho de forma fraudulenta.

publicidade

O filho do homem foi localizado em seu local de trabalho e encaminhado à delegacia. Lá, foi constatado que ele desviava produtos adquiridos para o seu endereço, somando um prejuízo de mais de R$ 18 mil pela empresa-vítima.

Pai e filho foram indiciados por estelionato e o genitor preso por falsidade ideológica, após assinar o recibo de entrega com nome falso.

Na casa dos criminosos, foram apreendidos 42 chips de celular, 16 peças automotivas e 7 dispositivos eletrônicos supostamente usados em golpes.

Comentários