Crueldade: alunos gravam castração clandestina em cachorro e geram revolta

0
castração clandestina cachorro
O animal foi resgatado com o órgão genital mutilado / Fotos: reprodução/Redes Sociais/Polícia Ambiental

Estudantes de medicina veterinária geraram indignação e revolta ao publicar vídeos, nos quais aparecem fazendo uma castração clandestina em um cachorro. O caso aconteceu em uma república de uma universidade, em Presidente Prudente, no interior paulista.

publicidade

Nas imagens, os alunos zombam do animal, que aparece sedado em cima de uma mesa. “Últimos momentos do cachorro branco sendo feliz [risos]. Preparando ali o centro cirúrgico”, diz um dos estudantes mostrando-o na mesa. “Nunca vi esse cachorro tão quietinho olha. O que aconteceu? Você não tem controle sobre o seu corpo?”, continua o rapaz, ao ironizar o cachorrinho debilitado.

Com a repercussão do caso, a Polícia Ambiental foi acionada e fez o resgate do animal, que foi encontrado com o órgão genital mutilado. Outro cachorro que vivia na casa também foi resgatado, sem ferimentos. Os policiais encontram ainda diversos materiais cirúrgicos utilizados para fazer o procedimento ilegal.

publicidade

Segundo informações da reportagem do SBT, o cachorro mutilado foi encaminhado para uma clínica veterinária na região, onde se recupera, e já ganhou um novo nome: Bud. Assim que tiver alta, ele e o outro cão resgatado na república, poderão ser adotados.

publicidade

Expulsão

Em nota, a universidade anunciou a expulsão dos alunos envolvidos. “Tal acontecimento não condiz com os nossos princípios institucionais. Desejamos profundamente que fatos como este não se repitam em qualquer lugar do planeta, e reforçamos aqui o nosso compromisso de lutar para que os animais recebam todo cuidado e carinho que merecem”, diz a instituição.

A universidade afirmou ainda que está acompanhando o caso junto as autoridades policiais e se colocou à disposição para “acolher e dar todo o suporte ao tratamento necessário ao animal”. A polícia abriu um inquérito para investigar os envolvidos. A pena para o crime de maus tratos contra animais varia entre dois e cinco anos de prisão.

Comentários