Garoto de 18 anos sofre transfobia em Barueri

Garoto de 18 anos sofre transfobia em Barueri

0
Compartilhar
Garoto de 18 anos sofre transfobia em Barueri

Garoto de 18 anos sofre transfóbia em Barueri
Print da postagem feita por Kaique na quarta-feira, 6, em sua página denunciada e tirada do ar no Facebook

Ao voltar para casa após uma aula na faculdade na última quarta-feira, o estudante de 18 anos, Kaique Klein, foi vítima de agressões físicas e verbais motivadas por transfobia. Segundo sua postagem no Facebook com fotos dele machucado, dois homens o abordaram e o agrediram com socos e pontapés.

O crime aconteceu próximo à estação de trem Jardim Silveira, em Barueri. Na ocasião, alguém chamou por “Kaique”. “Foi quando parei, fiquei tranquilo achando que me conheciam, quando virei para trás levei um soco na boca”, conta.

Publicidade

O jovem diz que durante a agressão os homens diziam coisas como “Você não é homem?”; “Então aguenta porrada”; “Vamos fazer você voltar a ser mulher”. As agressões só pararam após aparecer uma viatura, que provavelmente alguém dos prédios na região chamou.

O estudante procurou o 1º DP da cidade na manhã de quinta-feira. O tratamento, segundo ele, foi o pior possível. Não teve o nome social respeitado e o caso foi analisado com desdém pelos agentes do distrito de polícia. “Fui tratado no feminino várias vezes. Eu sempre corrigindo e eles me olhando com cara de quem não estava entendendo aonde eu queria chegar”. O crime foi registrado como lesão corporal.

Garoto de 18 anos sofre transfóbia em Barueri

Compartilhar

Comentários