Isac, Pimentel, Chucre e Teruel são barrados pelo TRE-SP; Giglio tem candidatura deferida

3
Delbio Teruel teve candidatura barrada pelo TRE-SP

Giglio teve recurso acolhido pelo TRE-SP / Foto: Eduardo Metroviche
Giglio teve recurso acolhido pelo TRE-SP / Foto: Eduardo Metroviche

publicidade

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) divulgou hoje uma lista dos candidatos que tiveram a candidatura impugnada pela Lei da Ficha Limpa. Com base eleitoral na região, estão impugnados os candidatos a deputado estadual Isac Reis (PT), Alexandre Pimentel (PT) e Fuad Chucre (PSDB), e o candidato a deputado federal Delbio Teruel (PSD). Os quatro tiveram contas rejeitadas em cargos que ocuparam nas Câmaras Municipais e, no caso de Fuad, como prefeito de Carapicuíba.

O dispositivo mais aplicado da Lei da Ficha Limpa foi o que prevê inelegibilidade para os gestores que tiverem as contas públicas rejeitadas por irregularidade insanável que configure ato doloso de improbidade administrativa (alínea “g”). No caso da alínea “g”, a inelegibilidade dura oito anos contados da data da decisão que rejeitou as contas. Nos outros dois casos (“e” e “l”) o cidadão não pode disputar cargos eletivos desde a condenação até oito anos após o cumprimento da pena.

publicidade

Os candidatos que estão com as candidaturas impugnadas podem continuar a fazer campanha, pois ainda não houve o trânsito em julgado dos processos, já que eles podem recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília.

Giglio

publicidade

O ex-prefeito de Osasco Celso Giglio (PSDB), que tenta a reeleição a deputado estadual, teve recurso julgado hoje pelo TRE-SP e sua candidatura foi deferida pela Corte. Giglio já havia se livrado da inelegibilidade por rejeição de contas, mas ainda estava inelegível por falta de entrega de certidões relativas a outros processos. Em julgamento de embargos na tarde de hoje, no entanto, o relator, juiz Luiz Guilherme da Costa Wagner Junior, acolheu os embargos e Giglio está apto para concorrer.

Comentários

3 COMENTÁRIOS

  1. Então quer dizer que não mudou nada? Eles saem candidatos e se eleito for vão continuar ganhando rios de dinheiro fazendo o que sempre fizeram nada.
    Pra que a manchete????????????

  2. Giglio foi atacado pelos opositores com um bandido, agora que esta claro que foi tudo uma bela falcatrua feita pelos capo mafiosos, opositores, agora tudo foi esclarecido e nada mais justo é concorrer ao que seja, e porque não assentar a cadeira de prefeito que o povo Osasquense deu a ele e foi usurpado por um diploma dado por um juiz ( capo ) agora o povo tem o seu legitimo prefeito que foi eleito no primeiro turno, este diploma dado por este capo esta provado agora que é falso. então dai a Cesar o que é de Cesar. povo de Osasco vamos acordar de vez mostrar a estes mafiosos vestidos de políticos a força que nós unidos temos contra eles nestas e nas próximas eleições. Sou Osasquense com muito orgulho nato deste município há 65 anos

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDesfile Cívico e Militar de 7 de Setembro atrai mais de 30 mil pessoas em Osasco
Próximo artigoUnidade de atendimento do Detran muda de endereço