Ministério Público determina que Osasco cumpra a Fase Vermelha do Plano SP

0
osasco
Reprodução

A Prefeitura de Osasco recebeu determinação do Ministério Público para cumprimento integral da Fase Vermelha do Plano São Paulo a partir deste sábado (6) até, no mínimo, dia 19 de março. As determinações constantes do documento, assinado pelo promotor Marco Antônio de Souza, serão cumpridas pela Prefeitura.

publicidade

A Fase Vermelha é a mais restritiva do Plano São Paulo, permitindo apenas o funcionamento de serviços essenciais. Ela foi imposta pelo governo do Estado de São Paulo na última quarta-feira (3), como medida para conter a disseminação do coronavírus e a consequente redução da ocupação de leitos de enfermaria e de UTI.

A fase Vermelha só permite funcionamento, seguindo uma série de regras, de serviços considerados essenciais, como escolas, indústrias, igrejas, bancos, lotéricas, serviços de saúde e de segurança públicos e privados, construção civil, farmácias, mercados, padarias, lojas de conveniência, feiras livres, bancas de jornal, postos de combustíveis, lavanderias, hotelaria e transporte público ou por aplicativo, entre outros.

publicidade

Já os comércios e serviços considerados não essenciais só podem atender em esquema de retirada na porta, drive-thru e pedidos por telefone ou internet. Academias, salões de beleza, restaurantes, cinemas, teatros, shoppings, lojas de rua, concessionárias, escritórios e parques deverão ficar totalmente fechados ao público.

A Fase Vermelha segue a princípio até 19 de março. Além dela, há também o toque de restrição, que vigora das 20h às 5h, para reduzir a circulação de pessoas e as aglomerações.

publicidade

Leia também: Osasco e região voltam à fase Vermelha com escolas e igrejas entre os serviços essenciais e liberados para funcionar

Comentários