Moradores de rua ficam hospedados no Hotel Ibis durante pandemia em Osasco

0
moradores de rua hotel osasco
Prefeito Rogério Lins visitou o local na sexta-feira (1º) / Foto: Marcelo Deck

Na última sexta-feira (1º), o prefeito de Osasco, Rogério Lins, visitou o hotel Ibis para conversar com pessoas em situação de rua hospedadas em meio à pandemia do novo coronavírus, por meio de contrato firmado com a Prefeitura. Estão no hotel 12 pessoas, podendo chegar a 30, com direito a café da manhã, almoço e jantar.

A Secretaria de Assistência Social formou uma equipe com quatro educadores sociais, três assistentes sociais e um psicólogo, de segunda a sexta-feira, por 12 horas, para ficar no hotel.

Márcio Rodrigues, 53 anos, e Edson Batista, 48 anos, disseram que foram bem acolhidos no local. “Já estou mais animado com a situação. Terminando a quarentena, pretendo procurar um emprego”.

Publicidade

Outros serviços

A Prefeitura oferece outros serviços às pessoas em situação de rua. Na região central (Rua Ester Rombenso), no Centro, elas podem tomar banho, fazer a troca de roupas e ter café da manhã, almoço e jantar. O serviço é mantido numa parceria das secretarias de Assistência Social e de Esporte e funciona de segunda a sexta, das 10h às 15h, e aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 13h.

A Prefeitura também tem um importante parceiro, o Instituto Espírita Obreiros do Bem, que doa tíquete alimentação para almoço e jantar no Restaurante Bom Prato, localizado na Rua João Collino, 240. O almoço é servido das 11h às 15h e o jantar, das 17h30 às 19h.

Em Osasco, a decisão pela contratação de vagas em hotel considera o esgotamento de vagas nos serviços de acolhimento, na necessidade de realização de distanciamento social com a redução da quantidade de pessoas por dormitório e eliminação de espaços de uso coletivo, e ainda na garantia de segurança alimentar, acesso à agua potável e condições adequadas para realização de higienização.

A Secretaria de Assistência Social é a responsável pelos encaminhamentos para o hotel e a porta de entrada é realizada pelo Serviço de Acolhimento Masculino do Rochdale.

Comentários