Onde de violência amedronta população

0
Ônibus foi queimado na Vila Silvânia, em Carapicuíba / Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress

Ônibus foi queimado na Vila Silvânia, em Carapicuíba / Foto:  Eduardo Anizelli/Folhapress
Ônibus foi queimado na Vila Silvânia, em Carapicuíba / Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress

publicidade

A onda de violência no estado, intensificada nos últimos meses do ano, amedrontou moradores de cidades da região.
No fim de outubro, uma chacina no bairro Pestana, em Osasco, deixou três mortos e cinco feridos. Nas semanas seguintes, foram registradas no estado dezenas de assassinatos, com casos também em municípios como Barueri e Carapicuíba, onde o guarda municipal osasquense Valdomiro Hipólito dos Santos, de 51 anos, foi executado no dia 15 de novembro.
Em Carapicuíba, um ônibus foi incendiado por homens armados na Estrada do Gabiroba, na Vila Silvânia, na noite de 30 de outubro. A polícia investiga os casos.
Boatos de toque de recolher, mesmo negados pela polícia, fizeram comércios e escolas fecharem as portas mais cedo em áreas como a região central de Osasco.

publicidade
Comentários