Osasquenses levaram coronavírus a cidadezinha do Mato Grosso do Sul em culto religioso

0
Osasquenses levaram coronavírus à cidadezinha do Mato Grosso do Sul em culto religioso
Caarapó é um município do Mato Grosso do Sul, que fica próximo à fronteira do Brasil com o Paraguai / Foto: reprodução

Duas pessoas de Osasco que foram recebidas em um culto evangélico com 30 pessoas, teriam disseminado o novo coronavírus (covid-19) em uma pequena cidade no interior do Mato Grosso do Sul, que até então não tinham moradores infectados pelo vírus.

publicidade

Os visitantes, de 43 e 45 anos, procuraram o serviço de saúde local após apresentarem os sintomas de covid-19. A Prefeitura de Caarapó, município com 30 mil habitantes, que fica próximo à fronteira do Brasil com o Paraguai, anunciou nesta quarta-feira (6), que a dupla testou positivo para a doença.

Protagonistas dos dois primeiros casos de coronavírus na pequena cidade, os visitantes podem ter espalhado o vírus durante um culto religioso realizado na casa de parentes, onde 30 pessoas estiveram reunidas, inclusive idosos, que são do grupo de risco da doença.

publicidade

À BBC News Brasil, o médico Silvio Ueda, que é presidente do comitê de enfrentamento à covid-19 da pequena cidade, disse que 13 casas de pessoas que participaram do culto foram isoladas para evitar o contágio de outros moradores.

“Infelizmente, um ato irresponsável como esse pode pôr a perder todo nosso esforço para manter Caarapó livre da doença”, afirmou o médico diante das medidas preventivas que a cidade já havia implantado, como proibir aglomerações e a recomendação do distanciamento social.

publicidade

Segundo reportagem do portal Caarapó Online, o culto religioso não foi o único evento em que os visitantes vindos de Osasco marcaram presença. “Foram feitas várias reuniões religiosas com os recém-chegados, teve inclusive, no domingo, uma festa de aniversário, em que os dois estiveram, ou seja, muito mais que 30 pessoas poderão estar infectadas”, diz a matéria.

Caarapó conta com oito leitos para atender pacientes com covid-19 e tem apenas um respirador para casos de alta complexidade. Segundo Ueda, a compra de mais um respirador para a cidade está em planejamento.

Dupla quebra isolamento, deixa Caarapó e retorna à Osasco

As duas pessoas com covid-19 que estavam em isolamento social na cidade de Caarapó, quebraram a quarentena e teriam voltado à Osasco, sem informar as autoridades locais.

Segundo o portal “Caarapó News”, a dupla chegou a receber a equipe de saúde, que estava monitorando os casos, na manhã desta quinta-feira (7). No entanto, não foram encontrados no período da tarde.

Os parentes relataram à polícia que os dois teriam ido embora por medo de disseminar o vírus e para ajudar a mulher de um deles, que também teria contraído a doença em Osasco.

O prefeito de Caarapó, André Nezzi, destacou a decisão da dupla de deixar à cidade como uma “atitude irresponsável”. “Um boletim de ocorrência foi registrado e eles terão que responder pelos seus atos, que colocaram em risco a saúde pública”, escreveu em uma publicação nas redes sociais.

O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Caarapó.

Osasco é a segunda cidade com mais casos de covid-19 em SP

As duas pessoas infectadas com o novo coronavírus que chegaram à Caarapó são de Osasco, segundo município com mais casos de covid-19 em todo o estado de São Paulo, atrás da capital.

Osasco registra 1.561 casos confirmados da doença, até esta quinta-feira (7). O número de mortes em decorrência do coronavírus subiu para 149, segundo a administração municipal. Outros oito óbitos suspeitos estão em investigação.

Até o momento, foram notificados 5.179 casos de covid-19 em Osasco. Destes, 1.288 são de pessoas que não residem na cidade. Já foram descartados por análise laboratorial e critério clínico epidemiológico 1.824 casos suspeitos.

Comentários