Para combater enchentes, Prefeitura de Osasco limpa córrego Ribeirão Vermelho

Para combater enchentes, Prefeitura de Osasco limpa córrego Ribeirão Vermelho

0
Compartilhar
Foto: Jean Bueno

A Secretaria de Obras da Prefeitura de Osasco iniciou a segunda etapa da limpeza do córrego Ribeirão Vermelho, no Jardim Rochdale (zona Norte), para minimizar os efeitos do período chuvoso. Serão limpos cerca de três quilômetros de córrego.

O serviço de desassoreamento do ribeirão e remoção de objetos, como entulho e móveis velhos, começou em setembro e deve ser concluído ainda este mês.

Publicidade

Segundo a Secretaria de Obras e Serviços, até o momento já foram limpos o córrego do Jardim Açucará, córrego da Rua Pedro Rissato e trecho do Ribeirão Vermelho entre as ruas Luiz Rink e Avenida das Esmeraldas, também na zona Norte.

A Prefeitura tem adotado medidas para minimizar os efeitos da chuva na cidade e, além da limpeza de córregos, retomou em agosto a canalização do Braço Morto do Rio Tietê.

A obra integra a urbanização do Jardim Rochdale, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), e traz serviços de infraestrutura, drenagens e construção de passagens. O córrego tem 2.450 metros de extensão e a conclusão da obra está prevista para dezembro de 2019.

A canalização compreende o trecho  entre a Avenida Paula Rodrigues, na altura do Parque Piratininga, e o trecho conhecido como Viela Um, no cruzamento com a Avenida Lourenço Belloli, no Jardim Baronesa.

Conscientização

A Prefeitura também pede que a população colabore para evitar as enchentes, não jogando lixo, entulho e móveis velhos às margens ou interior dos córregos ou terrenos baldios. Tais hábitos contribuem para o entupimento de bueiros e bocas de lobo, o que resulta em alagamentos.

Para evitar que os resíduos sólidos sejam depositados nas vias, a administração municipal criou os chamados Ecopontos, locais organizados para receber materiais inservíveis, como sobras de material de construção, de poda de árvore, de eletrônicos, móveis, papel, papelão, vidros e plásticos.

Os primeiros três Ecopontos da cidade foram inaugurados este ano: Jardim Mutinga (Avenida Ônix, 783), na zona Norte; Novo Osasco (Rua Theodoro de Souza Brandão, 1.020) e Jaguaribe (Rua Fernando Miolin Filho, 150), na zona Sul.

Compartilhar

Comentários