Prefeito Jorge Lapas apresenta projeto de criação de novas secretarias

0
Foto: Ivan Cruz

O evento contou com a participação do Presidente da Câmera, vice-prefeito, vereadores, a Secretária de Governo, o Chefe de Gabinete do prefeito e do diretor do Departamento de Comunicação / Foto: Ivan Cruz
O evento contou com a participação do Presidente da Câmera, o vice-prefeito, vereadores, a Secretária de Governo, o Chefe de Gabinete do prefeito e o diretor do Departamento de Comunicação / Foto: Ivan Cruz

publicidade

O prefeito de Osasco, Jorge Lapas (PT), se reuniu na segunda-feira, 6, com os vereadores para apresentar os projetos de criação das novas secretarias de sua administração.

O projeto de lei, que será encaminhado à Câmara Municipal, prevê a implantação das secretarias de Planejamento e Gestão, de Relações Institucionais, de Comunicação e ainda a Coordenadoria de Juventude.

publicidade

O evento, realizado na Sala Osasco, foi iniciado por Waldyr Ribeiro Filho, Chefe de Gabinete do prefeito, que falou do objetivo do encontro. “Estamos mantendo a tradição de nos reunirmos com os vereadores sempre que houver o envio de projetos importantes à Câmara”, explicou.

Em seguida, foi apresentada a função de cada nova secretaria. A Secretaria de Planejamento e Gestão vai acompanhar a elaboração de projetos, e também fazer o acompanhamento de sua tramitação, visando a obtenção de recursos, pelas demais secretarias, junto ao governo federal e outras instâncias. Já a Secretaria de Relações Institucionais será responsável pelo relacionamento da administração municipal com o Legislativo e demais setores da sociedade. A criação da Secretaria de Comunicação visa ampliar a divulgação das ações públicas, enquanto a Coordenadoria da Juventude vai fortalecer as ações voltadas a essa parcela da população.

publicidade

Novos projetos

O prefeito Jorge Lapas aproveitou a oportunidade para apresentar aos vereadores, outro projeto que está em pauta. Ele anunciou que enviará à Câmara, um projeto de lei prevendo a obrigatoriedade de ligação domiciliar à rede de esgoto na cidade. “Nesse projeto, também vamos incluir uma cláusula prevendo aplicação de multas à Sabesp em caso de prestação não adequada de serviços”, adiantou.

Comentários