Prefeitura de Itapevi fecha aterros clandestinos e multa “porcalhões” em quase R$ 15 mil

0

Nesta terça-feira, 22, a Prefeitura de Itapevi interditou dois terrenos no Parque Mira Flores que funcionavam irregularmente como aterros clandestinos. A ação foi uma parceria entre os agentes de fiscalização da Secretaria da Receita e a Guarda Civil Municipal (GCM).

publicidade

Guardas civis transitavam pelo bairro quando estranharam um caminhão adentrando um terreno. Acionados, os fiscais foram até o local e aplicaram uma multa de R$ 14.880,00 ao proprietário do veículo, que foi apreendido por descarte irregular de entulhos.

“Para funcionar adequadamente, o negócio precisaria das licenças ambientais de órgãos como a Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental), o que não possuía”, afirmou o diretor do Departamento de Fiscalização de Posturas de Itapevi, André David.

publicidade

Mais tarde, as equipes multaram o proprietário de um pesqueiro que também recebia entulho irregularmente. Os agentes chegaram até o local por meio de denúncias, e o dono do estabelecimento foi autuado em R$ 14.880.00.

“Em caso de nova desobediência do proprietário, realizamos o boletim de ocorrência e o caso é encaminhado à Secretaria de Justiça e ao Ministério Público”, destacou Davi.

publicidade

Combate ao descarte irregular

Para enfrentar o problema, a Prefeitura mais que dobrou a multa aplicada a quem é flagrado jogando entulho no município: neste ano, o valor máximo passou de R$ 5.580,00 para R$ 14.880,00, alta de 166%.

Para denunciar casos de irregularidade, o cidadão pode entrar em contato de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, com a Secretaria de Receita (Avenida Presidente Vargas, 405 – Vila Nova Itapevi) pelo telefone 4143-7500 (Ramal 7528 ou 7619).

A GCM, que apoia as ações da Receita, atende 24 horas por dia nos telefones 153 e 199.

Comentários