Projeto proíbe corte de água e luz no fim de semana

1
Suspensão no fim de semana dificulta o pagamento / Foto : Eduardo Metroviche

Suspensão no fim de semana dificulta o pagamento / Foto : Eduardo Metroviche
Suspensão no fim de semana dificulta o pagamento / Foto : Eduardo Metroviche

publicidade

O corte de abastecimento de luz e água por falta de pagamento nos fins de semana e feriados pode ser proibido em Taboão da Serra. É o que estabelece projeto aprovado na semana passada na Câmara Municipal.
“Principalmente nas comunidades mais carentes acontece muito de cortarem a luz, a água, no fim de semana e as pessoas ficam sábado, domingo, sem o serviço”, afirma o autor da proposta, vereador José Aparecido Alves, o Cido (DEM). “É preciso haver um olhar mais humano das empresas”.

Pelo projeto aprovado, ficam proibidos os cortes nos serviços às sextas-feiras, sábados, domingos, feriados, dias que antecedem feriados e aqueles em que forem suspensos serviços bancários.
“Quando o corte cai no sábado, domingo ou feriado, dificulta o pagamento da conta que está atrasada e, com isso, o consumidor tem que ficar por dias sem esse serviço”, afirma o vereador. O projeto seguiu para sanção ou veto do prefeito Fernando Fernandes (PSDB).
E nos dias em que o corte é permitido, a prestadora do serviço teria de fazer a religação em até quatro horas após o pagamento. O descumprimento das regras geraria multa à empresa.

publicidade

Religações
De acordo com a AES Eletropaulo, os clientes têm a energia elétrica religada em até 24 horas após o pagamento das pendências e a possibilidade de suspensão é avisada até 15 dias antes. Em caso de suspensão indevida, a religação é feita em até quatro horas, a partir da constatação, diz a empresa.
Na Sabesp, a água volta a ser fornecida em até 48 horas após o pagamento das dívidas ou realização de acordo. (Leandro Conceição)

publicidade
Comentários