Após mortes e protesto, PM e GCM reforçam patrulhamento no Jardim Conceição

Moradores do bairro vivem dias de medo, com seis assassinatos em menos de duas semanas

0
Após mortes e protesto, PM e GCM reforçam patrulhamento no Jardim Conceição
Os moradores do Jardim Conceição ficaram assustados, após a chacina que matou quatro pessoas / Foto: Reprodução

O Jardim Conceição, zona Sul de Osasco, teve mais uma semana de medo. Na madrugada de segunda para terça, 11, quatro homens foram executados. É a segunda noite de mortes no bairro desde a semana passada. A terceira com ataques a tiros.

publicidade

No dia 2, domingo, um policial militar foi baleado enquanto se prepara para uma ação contra um pancadão no bairro. No dia seguinte, duas pessoas foram executadas na porta de um bar no bairro. A polícia investiga se há relação entre os crimes.

Após a chacina, moradores do bairro realizaram um protesto contra a violência. Um grupo ateou fogo em um ônibus na avenida Victor Civita, o que fez a empresa responsável pelo transporte público suspender o serviço, o que afetou, segundo estimativas, 45 mil pessoas.

publicidade

Ainda na norte de quarta, a Polícia Militar realizou uma grande operação de segurança. Na rua Victor Civita, policiais fortemente armados revistam dezenas de suspeitos. Dezenas de motos roubadas ou irregulares foram apreendidas. Nesta quinta, quatro suspeitos de atear fogo no veículo foram presos.

Na tarde desta quinta, o prefeito de Osasco, Rogério Lins (PTN) esteve no bairro, acompanhado do tenente-coronel José Antônio Melim, e do secretário de Segurança, Valdeci Magdanelo. Em um um vídeo divulgado nas redes sociais, eles buscaram tranquilizar moradores da região.

publicidade

“Estamos com um reforço de efetivo aqui, em toda a área do Jardim Conceição, Santa Maria e Primeiro de Maio. A PM realiza ações com a Rota, com a Força Tática, tem todo um esforço para garantir a tranquilidade na região. Estamos tendo um apoio forte da Guarda Civil Municipal de Osasco, estamos trabalhando de forma integrada”, declarou Melim.

O prefeito declarou que está em estudo a implantação de uma base da PM no bairro. A secretária de Educação, Ana Paula Rossi, participou da visita à área, que também teve como objetivo tranquilizar os pais a mandarem seus filhos às escolas, que devem ter reforço na ronda escolar.

VIOLÊNCIA NO CONCEIÇÃO: CRONOLOGIA

2 de abril, domingo: policial militar é baleado quando se preparava para uma operação contra um pancadão no Jardim Conceição

3 de abril, segunda-feira: dois são assassinados a tiros em frente a um bar

11 de abril, terça-feira: quatro são executados em chacina no Jardim Conceição / Moradores protestam contra a violência. Durante o ato, ônibus é incendiado e empresas recolhem os veículos, prejudicando a volta pra casa de moradores da região; ônibus só voltaram a circular após às 9h desta quarta, 12, segundo a prefeitura, que diz ter multado empresas de transporte pela interrupção do serviço / PM realiza operação de segurança, revista suspeitos e apreende dezenas de motos roubadas ou irregulares

12 de abril, quarta-feira: polícia prende quatro suspeitos de atear fogo em ônibus na noite anterior / prefeito Rogério Lins e tenente-coronel José Antônio Melim divulgam vídeo para tranquilizar moradores do bairro. PM diz que há reforço no patrulhamento no Jardim Conceição, Santa Maria e Primeiro de Maio e que atua em conjunto com a Guarda Civil Municipal (GCM) de Osasco

Comentários